Matérias » Ufologia

George Gorman, o piloto de guerra que perseguiu um OVNI

Em outubro de 1948, uma inquietante luz pairou nos céus da Dakota do Norte e coube a um veterano da Segunda Guerra descobrir o que era aquele objeto

Fabio Previdelli Publicado em 13/06/2020, às 08h00

George Gorman (à esquerda)
George Gorman (à esquerda) - Divulgação

Nos filmes de ficção, quando um OVNI é avistado, geralmente as pessoas ficam abismadas com o que veem, aquele objeto estranho, em certo ponto, causa um misto de curiosidade e medo nos observadores, que buscam um local seguro o mais rápido possível para se esconderem.

Porém, no contraponto de toda essa narrativa, houve um homem que não só não se escondeu como protagonizou uma verdadeira batalha aérea contra um objeto voador não identificado. O episódio, conhecido como Batalha de Gorman, ocorreu em 1º de outubro de 1948, nos céus de Fargo, Dakota do Norte, e marcou para sempre a vida do piloto George F. Gorman.

O histórico pré-conflito

Embora tivesse apenas 25 anos quando o incidente ocorreu, George Gorman era um piloto de caça veterano da Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, ele se tornou gerente de uma empresa de construção e também serviu como segundo tenente na Guarda Nacional da Dakota do Norte.

No dia do incidente, pilotava um Mustang P-51 durante uma participação em um voo de cross-country com outros pilotos da Guarda Nacional. Gorman chegou em Fargo por volta das 20h30 e, embora as outras aeronaves tenham pousado no aeroporto Hector Fargo naquele horário, George decidiu continuar mais um tempo no ar — as condições claras e sem nuvens facilitava a atividade.

Meia hora depois, o piloto acabara de sobrevoar um estádio de futebol que recebia um jogo escolar. O céu estava limpo e a única coisa que observou foi avião da Piper Cub plainando cerca de uns 150 metros abaixo de seu P-51.

Depois de notar o Piper Cub, Gorman viu outro objeto a oeste, mas, quando procurou o contorno de um a asa ou fuselagem, não conseguiu ver nada — o que contrastava com a outra aeronave, cujo contorno era claramente visível. Essa segunda aeronave parecia mais uma luz piscando ao léu.

Às 21h07, o piloto entrou em contato com a torre de controle do Aeroporto Hector e perguntou se havia algum tráfego aéreo na área além do P-51 e do Piper Cub. A torre respondeu que não, e entrou em contato com o piloto da Piper Cub, o Dr. AD Cannon, que respondeu que ele e seu passageiro também podiam ver um objeto iluminado a oeste.

A Batalha de Gorman

Assim, George disse à torre que iria perseguir o objeto para determinar sua identidade. Ele moveu seu Mustang para a potência máxima, mas logo percebeu que o OVNI estava indo rápido demais para alcançá-lo em uma corrida reta. Em vez disso, tentou cortar a luz por turnos.

Gorman virou à direita e aproximou-se do objeto a mil metros. Então, o OVNI voou sobre seu avião a uma distância de cerca de 150 metros. O piloto descreveu o objeto como uma simples "bola de luz" com cerca de 15 a 20 cm de diâmetro. Ele também observou, mais tarde, que quando o objeto aumentava sua velocidade, o mesmo parava de piscar e ficava mais brilhante.

Após sua quase colisão, Gorman o perdeu de vista. Quando o viu novamente, parecia ter feito uma curva de 180 graus e estava vindo em sua direção. O objeto então fez uma subida vertical repentina; George, por sua vez, o seguiu em sua própria subida íngreme. A 5 mil metros, seu P-51 parou; o OVNI ainda estava a 600 metros acima dele.

George fez mais duas tentativas de se aproximar do OVNI, sem sucesso. A essa altura, a luz havia se movido sobre o aeroporto de Fargo. Na torre de controle, o controlador de tráfego aéreo, LD Jensen, o visualizava através de binóculos, mas não via forma ou um contorno ao redor da luz. A ele se juntaram o dr. Cannon e seu passageiro do Piper Cub, que pousaram e foram até a torre de controle para ter uma melhor visão do estranho avistamento.

Gorman continuou a segui-lo até chegar a aproximadamente 40 quilômetros a sudoeste de Fargo. A 5 mil metros, ele observou a luz pouco abaixo de sua nave e mergulhou no objeto com força total. No entanto, o OVNI desviou e fez uma subida vertical.

O piloto tentou prosseguir, mas viu a luz sair do seu alcance visual. Nesse ponto, interrompeu a perseguição por volta das 21h27 e voou de volta ao aeroporto Hector de Fargo.

Em 23 de outubro de 1948, Gorman fez um relato juramentado do incidente aos investigadores. Sua declaração foi frequentemente impressa nos próximos anos em vários livros e documentários sobre OVNIs. A declaração dizia:

“Estou convencido de que havia um pensamento definido por trás de suas manobras. Estou ainda mais convencido de que o objeto foi governado pelas leis da inércia porque sua aceleração foi rápida, mas não imediata e, embora tenha sido capaz de se tornar bastante apertado a uma velocidade considerável, ainda seguia uma curva natural. Quando tentei me virar com o objeto, apaguei temporariamente devido à velocidade excessiva. Estou em boas condições físicas e não acredito que existam muitos pilotos que possam suportar a curva e a velocidade afetadas pelo objeto e que permaneçam conscientes. O objeto não era apenas capaz de acelerar e acelerar minha aeronave [...], mas era capaz de alcançar uma subida muito mais íngreme e era capaz de manter uma taxa constante de subida muito além da minha aeronave”.

Até hoje, ninguém sabe ao certo o que aconteceu naquele dia, a única declaração oficial da Força Aérea Americana dizia que Gorman dançou no ar com um balão meteorológico aceso. Entretanto, ninguém parece acreditar nessa versão.


+ Saiba mais sobre ufologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

UFOs: OVNIs - Militares, pilotos e o governo abrem o jogo, de Leslie Kean (2011) - https://amzn.to/2WCs4gi

Óvnis: Uma história da atividade alienígena dos avistamentos às abduções até a ameaça global, de Rupert Matthews (2011) - https://amzn.to/2WwzX6I

Céus abertos, mentes fechadas: Pela primeira vez, um homem do governo, expert em óvnis, fala sobre o assunto, de Nick Pope (2011) - https://amzn.to/3chIAJh

O Enigma UFO: Conheça a Verdadeira História de OVNIS, ET´s, Alienígenas, Óvnis, Discos Voadores, Aliens, Abduções, Ufologia e a Agenda Secreta Para o Planeta Terra, de Steven Lawrence (Ebook) - https://amzn.to/35JxvOC

 UFO - O Visitante Inesperado: Avistamentos de objetos voadores não identificados no Rio de Janeiro - Brasil, de Anderson Oliveira (Ebook) - https://amzn.to/35H6zyY

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

 Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W