Matérias » Ufologia

Incidente na floresta de Rendlesham: avistamento Ovni ou controverso encobrimento do governo?

Caso amplamente conhecido na Inglaterra é alvo contradições, mistérios e acusações entre oficiais do exército

Fabio Previdelli Publicado em 28/05/2020, às 17h18

Imagem ilustrativa de um OVNI
Imagem ilustrativa de um OVNI - Pixabay

Apesar de ser altamente fomentado na Inglaterra, o incidente na floresta Rendlesham, em dezembro de 1980, pode ser, potencialmente, o avistamento Ovni mais bizarro e desconhecido da história. Alcunhado como o Roswell Britânico, o evento está entre os contos mais impressionantes da ufologia.

Segundo relatos, o enervante encontro aconteceu em Suffolk, na Inglaterra, entre as bases da Força Aérea americana de Woodbridge e Bentwaters. Os soldados que trabalhavam lá na época alegaram ter testemunhado um objeto não identificado e totalmente inusitado.

O portão leste da RAF Woodbridge, onde o incidente começou, em dezembro de 1980 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Após seguirem a nave de formato triangular na floresta, ela teria desaparecido em uma velocidade extraordinária, mas não sem antes um esplendido show de luzes. Apesar do encontro inédito e impressionante, essa história tentou ser abafada pela então primeira-ministra Margaret Thatcher, que teria ordenado: “Não contem ao povo”.

Detalhes do incidente

Era cerca de três horas da manhã, do dia 26 de dezembro de 1980, quando o tenente-coronel Charles Halt escrevia seu 27º memorando ao Ministério da Defesa do Reino Unido. Concomitantemente, dois patrulheiros que passavam perto do portão leste da Força Aérea Real viram luzes na floresta.

Considerando a integridade da segurança de sua base, eles pediram a permissão para averiguarem aquilo que pensavam ser uma nave que teria sido abatida. O chefe do voo consentiu e liberou três patrulheiros para investigarem o acontecido. Ao chegarem lá, relataram ter encontrado “um estranho objeto brilhante”.

Reprodução da nave que um dos oficiais descreveu ter visto / Crédito: Divulgação

 

Em formato triangular, a nave tinha três pernas e media cerca de três metros de diâmetro por dois metros de altura. Como se já não bastasse, foi aí que as coisas teriam ficado ainda mais estranhas — e menos criveis para os céticos de plantão.

Assim, Halt escreveu: “Iluminou toda a floresta com uma luz branca. O objeto em si tinha uma luz vermelha pulsante em cima e uma fileira de luzes azuis embaixo. O objeto parecia pairar ou estar apoiado sobre pernas. Quando os patrulheiros se aproximaram do objeto, ele manobrou entre as árvores e desapareceu. Nesse momento, os animais de uma fazenda próxima entraram em frenesi.”

Não suficiente, a nave foi avistada novamente uma hora depois, perto do portão dos fundos da base antes de desaparecer.

Investigando as evidências deixadas

No dia seguinte, as autoridades retornaram ao local e notaram claramente três depressões na região onde a nave havia sido encontrada. Assim, a polícia foi chamada para corroborar nas descobertas.

Depois de confirmarem as impressões no solo com um metro e meio de profundidade e dois metros de diâmetro, os soldados realizaram testes rigorosos de radiação. Em 28 de dezembro, eles descobriram que as leitura beta/gama de 0,1 miliroentgen (exposição à radiação ionizante) foram registradas “nos três picos nas três depressões e próximo ao centro do triângulo formado no solo.

Halt então registrou tudo isso em um gravador de cassetes. Uma cópia conhecida como "Halt Tape" foi divulgada em 1984 pelo comandante da base, coronel Sam Morgan. Nela, não há só as leituras de radiação da floresta como também um novo registro da aparição de luzes bizarras naquela mesma noite.

Trecho original do Memorando Halt, originalmente intitulado "Luzes inexplicáveis" / Crédito: Wikimedia Commons

 

Aparentemente, a equipe viu "uma luz vermelha como o sol" através das árvores da floresta. O tenente-coronel afirmou que "ele se movia e pulsava", enquanto jogava partículas brilhantes fora de seu corpo principal e depois quebrava em cinco objetos separados antes de desaparecer.

O oficial afirmou que, imediatamente após o desaparecimento, três objetos semelhantes a estrelas foram observados no céu noturno: dois ao norte e um ao sul — movendo-se alta velocidade e fazendo "movimentos angulares agudos" enquanto piscavam luzes vermelhas, verdes e azuis.

Os objetos do norte se moviam de maneira elíptica antes de girar para círculos completos. O do sul ficou claramente visível por duas a três horas, e frequentemente lançou um fluxo de luz na direção da Terra.

Controversas inconclusivas

Quando um trecho da Halt tape e sua transcrição completa foram disponibilizados ao público pelo pesquisador Ian Ridpath, as falas comprometeram a integridade do relatório inicial feita pelo tenente-coronel.

De acordo com Ridpath, existem seis problemas notáveis ​​nas reivindicações feitas pelo oficial: como ele não ter citado originalmente o farol próximo de Orford Ness, que poderia ter sido responsável por algumas das luzes.

Além do mais, no áudio original, Halt também não mencionou um feixe de luz semelhante a um laser que teria chegado perto de seus. Mas fez questão de incluir essa afirmação chocante em várias entrevistas a partir de 1980.

Finalmente, Halt afirma que “vários aviadores” estavam presentes e viram que este raio laser. Entretanto, o aviador Tim Egercic, que estava de serviço na época, negou firmemente ter avistado aquilo — assim como fez o comandante da base coronel Ted Conrad, superior de Charles.

O farol de Orford Ness / Crédito: Wikimedia Commons

 

Conrad, inclusive, teria ficado furioso quando o tenente-coronel declarou que houve um acobertamento em nome dos Estados Unidos e do Reino Unido. "Ele deveria ter vergonha de sua alegação de que seu país e a Inglaterra conspiraram para enganar seus cidadãos sobre esse assunto", disse Ted.

No final, respostas claras sobre o evento permanecem nebulosas. Assim, enquanto alguns acreditam veementemente que Halt disse a verdade, existem alternativas a serem consideradas sobre o assunto.


+ Saiba mais sobre ufologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Fire in the Sky: Based on the True Story, de Travis Walton (1996) - https://amzn.to/363rf4f

UFOs: OVNIs - Militares, pilotos e o governo abrem o jogo, de Leslie Kean (2011) - https://amzn.to/2WCs4gi

Óvnis: Uma história da atividade alienígena dos avistamentos às abduções até a ameaça global, de Rupert Matthews (2011) - https://amzn.to/2WwzX6I

Céus abertos, mentes fechadas: Pela primeira vez, um homem do governo, expert em óvnis, fala sobre o assunto, de Nick Pope (2011) - https://amzn.to/3chIAJh

O Enigma UFO: Conheça a Verdadeira História de OVNIS, ET´s, Alienígenas, Óvnis, Discos Voadores, Aliens, Abduções, Ufologia e a Agenda Secreta Para o Planeta Terra, de Steven Lawrence (Ebook) - https://amzn.to/35JxvOC

UFO - O Visitante Inesperado: Avistamentos de objetos voadores não identificados no Rio de Janeiro - Brasil, de Anderson Oliveira (Ebook) - https://amzn.to/35H6zyY

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W