Matérias » Cultura

Western Perigoso: Eli Wallach quase morreu três vezes na filmagem de O Bom, o Mau e o Feio

O filme de Sergio Leone quase acabou com a vida do ator protagonista em acidentes perigosos

André Nogueira Publicado em 26/12/2019, às 12h00 - Atualizado às 12h35

Eli Wallach como Tuco
Eli Wallach como Tuco - Getty Images

Os anos 1960 foram o auge dos chamados Westerns spaghetti, filmes de Velho Oeste dirigido por italianos. Essas obras tinham legiões de fãs, e um dos mais famosos do tipo era o filme O Bom o Mau e o Feio, de Sergio Leone.

Porém, para Eli Wallach, um dos atores protagonistas, esse filme foi além dos perigos fictícios: ele teve diversos problemas nos sets de filmagem. Interpretando Tuco, o Feio, ele quase morreu três vezes. Sua personagem era um bandido mexicano que se destacou.

As más experiências na filmagem do western foram publicadas na autobiografia lançada em 2005 de Eli: The Good, the Bad and Me. Ao mesmo tempo que o ator elogiou bastante Leone, ele criticou o diretor pelas cenas perigosas em que ele não prestou muita atenção na segurança da equipe.

O Bom, o Mau e o Feio / Crédito: Getty Images

 

No primeiro acidente em questão, Wallach bebeu ácido de uma garrafa que foi deixada ao lado de seu refrigerante por um assistente descuidado. Levado às pressas ao hospital, o líquido no seu estômago foi bombeado para fora, salvando a vida do ator.

Depois, ele teve que filmar uma cena em que senta em cima de um cavalo enquanto usa um laço no pescoço e as mãos atadas. Devido a um tiro acidental dado pela pistola falsa, o cavalo se assustou e saiu correndo, com o ator preso em suas costas. Depois de uma milha de correria, ele foi alcançado por membros da equipe, que libertaram Wallach. Ele poderia ter morrido com uma queda.

Por último, o ator quase morreu decapitado por um trem. Numa das cenas do filme, Tuco pula de uma locomotiva acorrentado, o que foi feito com maestria. Porém, Wallach teve que colocar um boneco imitando outro homem nos trilhos, para simular a quebra das correntes pelo trem.

Eli Wallach / Crédito: Wikimedia Commons

 

Porém, ele e a equipe não sabiam que o modelo do veículo usado tinha escadas de ferro na base das portas, o que gerava mais um obstáculo perigoso. Por sorte, a cabeça de  Wallach não foi pega e ele se manteve abaixado até o fim da locomotiva. Foi por um triz.

O filme de Leone não conseguiu matar Eli Wallach, que morreu aos 98 anos em 2014.


+ Saiba mais sobre Sergio Leone pelas obras abaixo:

1. Sergio Leone: Something to Do with Death - https://amzn.to/2SrE1VB

2. Sergio Leone - https://amzn.to/2QiTWTz

3. Era Uma Vez no Spaghetti Western. O Estilo de Sergio Leone - https://amzn.to/35ZqWa0

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.