Matérias » Paranormal

Manifestação sobrenatural e suposta fraude: 5 curiosidades sobre o Poltergeist de Enfield

Considerado o caso sobrenatural mais famoso do Reino Unido, o Poltergeist de Enfield foi acompanhado de perto pelo casal Ed e Lorraine Warren — e, ainda hoje, gera controvérsias

Fabio Previdelli Publicado em 23/08/2020, às 09h00

Um dos registros de paranormalidade capturados em 1978 na residência
Um dos registros de paranormalidade capturados em 1978 na residência - Divulgação / Graham Morris

Agosto de 1977 marcaria para sempre não só o bairro londrino de Enfield, como mudaria para sempre a história dos acontecimentos sobrenaturais no Reino Unido. O caso do Poltergeist de Enfield ficou tão famoso que, inclusive, o casal Ed e Lorraine Warren visitou a residência onde tudo aconteceu. Anos depois, a aparição paranormal inspiraria os filmes Poltergeist e Invocação do Mal.

Conheça 5 curiosidades sobre o caso paranormal mais famoso do Reino Unido.

1. Como tudo começou

Naquela ocasião, Peggy Hodgson, uma mãe solteira de quatro crianças, ligou para a polícia após ouvir alegações de seus filhos de que alguém poderia ter invadido sua casa. Segundo a mulher informou, suas filhas Margaret e Janet, à época com 13 e 11 anos, respectivamente, ouviram batidas em uma parede no cômodo ao do quarto onde descansavam.

Fotografias tiradas em 1978 relatando os ocorridos / Crédito: Divulgação / Graham Morris

 

Como todos na casa estavam deitados em suas respectivas camas, ninguém mais, a não ser um invasor, seria responsável pelos barulhos. Entretanto, quando as autoridades chegaram na residência ninguém foi avistado. Mas isso só seria o início das bizarrices que aconteceriam por lá.


2. As primeiras manifestações sobrenaturais

Os primeiros indícios de que algo paranormal estava presente na casa aconteceu ainda quando os policias estavam na residência. Segundo relatos, os investigadores se surpreenderam ao se depararem com uma cadeira de balanço que fazia movimentos constantes sem que ninguém estivesse próximo a ela.

Além disso, os depoimentos das filhas de Peggy causaram espanto. Além das batidas na parede, as jovens também relataram ouvir sons aterrorizantes, semelhantes a gritos. Os móveis e brinquedos também teriam sido revirados e algumas quinquilharias teriam sido arremessadas contra elas.


3. Investigação midiática

Sem nenhuma resposta aparente, o caso atraiu a atenção de diversos veículos de comunicação. Muitos jornais, inclusive, acompanharam e documentaram o caso por longos 18 meses.

Durante esse período, mais de 30 pessoas estiveram presentes na residência e tiveram a oportunidade de presenciarem móveis pesados serem arrastados. Com a ajuda de um gravador, Maurice Grosse e Guy Lyon Playfair, membros da Sociedade de Pesquisa Psíquica e especialistas em parapsicologia, conseguira registrar barulhos e uma voz rouca.

O casal Ed e Lorraine Warren visitou Anfield para investigar o caso / Crédito: Getty Images

 

Os dois afirmaram ouvir “curiosos assobios e latidos” que apareciam, principalmente, quando Janet estava presente no ambiente. Porém, apesar de Playfair confirmar a veracidade da “assombração”, ele relatou que a reações das outras crianças eram exageradas e até mesmo produzidas para aproveitar a projeção dos incidentes considerados genuínos.

Além de Ed e Lorraine Warren, que visitaram a casa e confirmaram as constatações, a jornalista da BBC Rosalind Morris e o fotógrafo Graham Morris registraram imagens do fenômeno, que foram analisadas por pesquisadores psíquicos, e até mesmo fizeram gravações dos ruídos dos móveis de das vozes distorcidas. Eles foram os principais responsáveis pelo caso se tornar conhecido nacionalmente.


4. Mas era tudo verdade mesmo?

Com a cisma, câmeras de vídeo foram instaladas no quarto ao lado do de Janet. Assim, a jovem foi flagrada realizando os truques: como pegando colheres e as dobrando com a ajuda de uma barra de ferro.

Além do mais, Grosse avistou a menina batendo uma vassoura no teto para, mais tarde, relatar que os barulhos foram feitos durante a noite. Com a descoberta, os investigadores obrigaram a família a retratar a armação.

Com isso, diversos céticos ridicularizaram os pesquisadores, afirmando que eles caíram na lábia de algumas garotinhas e em truques baratos de mágica e ilusionismo. Uma das fitas feitas pela dupla foi analisada pela investigadora Anita Gregory, que apontou que as gravações tinham traços de ventriloquismo e simulações. Com isso, o mágico norte-americano Milbourne Christopher foi chamado para reproduzir os truques e ajudar a esclarecer a suposta farsa.


5. As confissões de Janet e o mistério continua

Em 2012, o Daily Mail resolveu revisitar o caso e entrevistou Janet, que admitiu que ela e sua irmã havia falsificado "2 por cento" dos fenômenos. “Foi um caso extraordinário. É um dos casos mais conhecidos de atividade paranormal do mundo. Mas, para mim, foi bastante assustador. Acho que realmente deixou sua marca, as atividades, a atenção do jornal, as diferentes pessoas dentro e fora de casa. Não foi uma infância normal”, declarou.

Janet, em fotografia em 1978 (à esq.) e em 2012 (à dir.) / Crédito: Divulgação / Youtube

 

“Eu sabia quando as vozes estavam acontecendo, é claro, parecia que algo estava atrás de mim o tempo todo. Eles fizeram todos os tipos de testes, enchendo minha boca de água e assim por diante, mas as vozes ainda saíram”, explica. “Foi difícil, eu tive um curto período no Hospital Psiquiátrico Maudsley, em Londres, onde colocaram eletrodos na minha cabeça, mas os testes deram normal”.

Segundo Janet, o caso teve um grande efeito psicológico na família. “Fui intimidada na escola, eles me chamaram de ‘Garota Fantasma’. Eu temia voltar para casa. A porta da frente sempre estava aberta, havia gente entrando e saindo, você não sabia o que esperar e eu costumava me preocupar muito com mamãe. Ela teve um colapso nervoso, no final. Não gosto de viver no passado. Eu quero seguir em frente. Mas isso me ocorre de vez em quando. Eu sonho com isso, e então isso me afeta”.


Confira abaixo 5 obra sobre o casal Ed e Lorraine Warren, e que estão em oferta na Amazon Brasil

1. Ed & Lorraine Warren: Vidas Eternas, de Robert Curran (2019) - https://amzn.to/39zcAOG

2. Ed & Lorraine Warren - Demonologistas: Arquivos Sobrenaturais eBook Kindle, de Gerald Brittle (2016) - https://amzn.to/2w5q8Ue

3. Ed & Lorraine Warren: Lugar Sombrio eBook Kindle, de Gerald Brittle (2017) - https://amzn.to/2xEIJa7

4. Invocadores do Mal, de Ed & Lorraine Warren (2016) - https://amzn.to/2yoYfY1

5. 1977 - Enfield: Real e sobrenatural, de Guy Lyon Playfair (2017) - https://amzn.to/32s5vOr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W