Matérias » Entretenimento

Quase desistência e visitas reais: os bastidores do clássico Titanic

Dirigido por James Cameron, ainda hoje, o clássico continua despertando o interesse e admiração de críticos

Victória Gearini Publicado em 28/02/2021, às 09h00

Cena clássica do filme Titanic (1997)
Cena clássica do filme Titanic (1997) - Divulgação / Paramount Pictures

Lançado em 1997 e dirigido por James Cameron, Titanic é um dos maiores sucessos de bilheterias da história do cinema. Vencedora de 11 Oscars, a trama foi ambientada no trágico naufrágio real do RMS Titanic, ocorrido em 1912.

Em 2012, a produção recebeu uma versão em 3D, com o intuito de homenagear os 100 anos da viagem inaugural do verdadeiro transatlântico. Já nos dias de hoje, o clássico continua despertando o interesse de cinéfilos, sendo amplamente retratada na cultura popular. 

Por trás das cenas

Criar cenas que demandam grandes efeitos visuais sempre são grandes desafios para os diretores — e para James Cameron não foi diferente. Segundo o site Insider, houve apenas uma chance de capturar a cena em que a água invade a sala da Grand Staircase, mas para o alívio da produção a gravação ocorreu como esperada. 

Já a clássica cena em que o personagem Jack Dawson (Leonardo DiCaprio) desenha sua amada Rose (Kate Winslet), não foi interpretada pelo artista. Embora seja um ator excelente, DiCaprionão sabe desenhar. Portanto, Cameron — que é um ótimo desenhista — gravou sua própria mão no lugar do membro do protagonista. 

Cena em que mostra o casal Jack e Rose durante o naufrágio / Crédito: Divulgação / Paramount Pictures

 

Outro fato curioso que poucas pessoas conhecem são os bastidores por trás dos 150 figurantes que aparecem nas filmagens. Segundo o site Insider, o diretor de fato se envolveu na produção do longa. Ao longo das gravações, ele se encontrou com cada um dos atores e lhes apresentou o nome e histórias (fictícias) de seus personagens.

Além disso, embora a história central do filme seja fictícia, de fato existiu um J. Dawson, que morreu durante o naufrágio. Contudo, o mais bizarro, é que nem o diretor nem a equipe sabiam deste fato antes de escrever o roteiro. 

Contratempos 

Durante as filmagens, a equipe do filme forneceu trajes de mergulho para todos os atores. Como as gravações demoraram muito e levavam horas, a produção exigiu que o elenco se protegesse com roupas de mergulho.

Cena do filme Titanic (1997) / Crédito: Divulgação / Paramount Pictures

 

No entanto, a atriz principal, Kate Winslet, se recusou a usar o equipamento, resultando em uma pneumonia que quase a afastou da trama. Após muita insistência, o diretor conseguiu convencê-la a continuar atuando no filme.

Já nos fins das gravações, outro escândalo assolou o set de filmagens. Durante as filmagens em Halifax, no Canadá, o elenco e os demais membros da equipe de produção se depararam com um jantar tétrico.

Durante um jantar, serviram uma sopa misturada com PCP — uma substância altamente alucinógena. Mais de 80 pessoas ingeriram a droga e algumas tiveram que ser hospitalizadas. Segundo o site Vice, acredita-se que Cameron teria forçado o vômito para não passar mal. Embora o susto, ninguém sofreu nenhum dano mais severo.

O perfeccionismo 

É inegável o talento e ambição de James Cameron. Extremamente perfeccionista, o diretor conseguiu criar uma verdadeira obra-prima, vencedora de 11 Oscars, entre eles na categoria Melhor Filme e Melhor Diretor.

Ilustração do navio Titanic naufragando / Crédito: Getty Images

 

Portanto, pensando em como poderia entrelaçar a trama ao verdadeiro naufrágio, o diretor juntou sua paixão por mergulho a sua vocação como cineasta, e decidiu visitar por diversas vezes os destroços reais do navio. Ele basicamente passou mais tempo no Titanic do que as pessoas que morreram durante a tragédia.

Outro fato inusitado sobre James Cameron, é que ele foi capaz de recriar minuto a minuto do naufrágio, segundo o site Insider. Ou seja, dada a genialidade do diretor, o cinéfilo pode acompanhar em tempo real os momentos angustiantes dos passageiros e tripulantes do RMS Titanic.  


+Saiba mais sobre o Titanic por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Titanic: a história completa, de Philippe Masson (2011) - https://amzn.to/3bw1ZFM

Titanic. A Verdadeira e Trágica História e os Atos de Heroísmo de Seus Passageiros, de Rupert Matthews (2014) - https://amzn.to/2VMYOmI

Monte o Titanic 3D, de Eni Carmo de Oliveira Rodrigues, Valentina Manuzzato e Valentina Facci (2018) - https://amzn.to/2RXTdJ6

Titanic: Voices from the Disaster (Edição Inglês), de Deborah Hopkinson (2012) - https://amzn.to/3cFxtcY

Príncipe de Astúrias. O Titanic Brasileiro, de Isabel Vieira (2014) - https://amzn.to/2xIcEie

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W