Matérias » Esportes

Viktor Balck, o homem que criou os Jogos de Inverno

O militar é reconhecido como o pai do esporte sueco

Redação Publicado em 27/07/2021, às 09h41

O oficial do Exército sueco Viktor Gustaf Balck
O oficial do Exército sueco Viktor Gustaf Balck - National Library of Norway via Wikimedia Commons

Os Jogos Olímpicos de Inverno nasceram da paixão de um militar sueco por todos os esportes praticáveis na neve e no gelo. Viktor Gustaf Balck inventou, na Escandinávia, os Jogos Nórdicos, em 1901. Repetiu-os em 1903 e 1905 e, depois, quadrienalmente até 1926.

Filho de Anders Balck e Carolina Catharina, nasceu em Karlskrona, sul da Suécia, onde tinham comércio. Não foi o atleta que gostaria de ter sido, mas na juventude se destacou como cadete da Marinha nacional, onde foi professor de ginástica, esgrima e equitação, chegando ao grau de General Maior pelos méritos disciplinares esportivos.

Convencido de que seu país estava atrasado em matéria esportiva, estudou pedagogia, ciências da saúde, fisioterapia e medicina educacional, para aplicá-las à evolução do esporte.

Fundou revistas esportivas, ajudou na criação de clubes, como o de tiro, a associação de remo de Estocolmo, propôs a candidatura sueca para os Jogos Olímpicos que aconteceriam em sua quinta edição, ocupou o cargo de vice-presidente do Comitê Olímpico da Suécia e presidiu a União Internacional de Patinagem no Gelo.

Por isso tudo até hoje é reconhecido como o pai do esporte sueco. Até o Reino Unido, em 1913, o nomeou — membro honorário por não ser de origem inglesa — Comandante da Ordem Britânica de St. Michael e St. George.

Balck e Coubertin nutriam o mesmo sentimento pelo esporte e pelo amadorismo. Quando Balck já era membro fundador do Comitê Olímpico Internacional (COI), se conheceram e ficaram muito próximos nos Jogos de Verão de 1912, em Estocolmo, na Suécia.

O Comitê Olímpico Internacional / Crédito: Albert Meyer via Wikimedia Commons

 

Ele foi responsável pelo surgimento da patinação artística nos Jogos Olímpicos de Verão de Londres, em 1908. Foi casado com Anna Forsberg e teve três filhos: Sigrid, Gunhild e Erik. Há quem diga que foi um dos melhores diretores que o esporte mundial já teve.

Balck não estava só no seu caminho: o italiano Eugenio Brunetta d’Usseaux o acompanhou em todas as empreitadas, e foi ele quem propôs ao COI uma semana de esportes de inverno, sofrendo algumas oposições.

Na primeira Olimpíada após a o fim da Primeira Guerra Mundial, nos Jogos de 1920, em Antuérpia, Bélgica, além da patinação artística se exibiu também o hóquei no gelo. Balck estava perto de seu sonho.

No Congresso do COI de 1921 decidiu-se que o país anfitrião dos Jogos de Verão de 1924 organizaria também, separadamente, a Semana Internacional de Esportes de Inverno: Paris e Chamonix, na França, as sedes eleitas. Foram os últimos Jogos que Balck presenciou. Morreria em 31 de maio de 1928, de pneumonia.

Até 20 anos atrás, os Jogos de Inverno se realizavam no mesmo ano em que aconteciam os Jogos de Verão, e até pouco mais de meio século atrás eram disputados no
mesmo país-sede (poderia ser em cidades diferentes) para aproveitar a infraestrutura montada para um ou outro Jogo.

O último que se organizou assim foi na quarta edição dos invernais em 1936, na Alemanha, ano em que o sol da Berlim de Hitlerrecebeu os Jogos de Verão e a neve de Garmisch-Partenkirchen doführer sediou os Jogos de Inverno.

Depois do cancelamento das edições de Sapporo, Japão, em 1940, e Cortina d’Ampezzo, Itália, em 1944, dois países do Eixo — Alemanha era o terceiro e principal — por causa
da Segunda Guerra Mundial, os Jogos passaram a ser realizados por nações diferentes, mas continuaram coincidindo no mesmo ano.

Viktor Gustaf Balck / Crédito: Domínio Público via Wikimedia Commons

 

Só em 1986, após comprovar o crescimento do negócio olímpico, com o Barão de Coubertin morto meio século antes, e com ele seu espírito amador, o COI mudou o calendário, passando para dois anos mais tarde os Jogos de Inverno, intercalando um e outro.

Desse modo, os já programados e realizados Jogos de Albertville, França, em 1992, foram sucedidos dois anos mais tarde — única vez que isso aconteceu — pelos Jogos de Lillehammer, na Noruega, em 1994.

Daquele início de século aos nossos dias as disputas não apenas perderam o espírito que Balck compartilhou com Coubertin mas também se transformaram em um negócio que a televisão, que não existia em sua época, soube aproveitar.

A palavra marketing fez da neve outro produto rentável no hemisfério mais evoluído de nosso planeta. Os Estados Unidos são quase que seus proprietários, pois os sediaram em quatro oportunidades das 24 que aconteceram, o que jamais sucedeu com os Jogos de Verão, realizados em sete ocasiões a mais.

Embora diferentes, os Jogos de Inverno são outro sucesso, e existem graças a esse militar sueco esquecido pela História.

Seus restos mortais estão enterrados no Cemitério do Norte em Estocolmo por trás do famoso Andréemonumentet (Monumento a André). E sua figura foi imortalizada numa caricatura a tinta feita pelo artista Eigil Schwab em exposição permanente no National Portrait Gallery do Castelo de Gripsholm, também de Estocolmo.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon: 

O algoritmo da vitória: Lições dos melhores técnicos esportivos do mundo para você aplicar em seu time, sua carreira e sua vida, de José Salibi Neto (2020 ) - https://amzn.to/2CqpUtJ

Psicologia do esporte, de Dietmar Samulski (2008) - https://amzn.to/2AVENUi

Fisiologia do Esporte e do Exercício, de W. Larry Kenney, David L. Costill e Jack H. Wilmore (2020) - https://amzn.to/315r0Wd

Esportes, de Daniel Tatarsky (2017) - https://amzn.to/3hMqrqb

História dos esportes, de Orlando Duarte Figueiredo (2004) - https://amzn.to/2YVFKnC

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W