Vitrine » Brasil

O sufrágio feminino no Brasil a partir de 5 grandes obras

Há 88 anos, o direito ao voto era conquistado pelas mulheres brasileiras

Victória Gearini Publicado em 24/02/2020, às 19h30

Federação Brasileira pelo Progresso Feminino
Federação Brasileira pelo Progresso Feminino - Wikimedia Commons

1. O voto feminino no Brasil, de Teresa Cristina de Novaes Marques (2018) 

Crédito: Edições Câmara

 

A obra O voto feminino no Brasil, de Teresa Cristina de Novaes Marques aborda diversas curiosidades e fatos históricos da conquista pelo direito ao voto das mulheres. Por meio de uma linguagem simples e acessível, a historiadora Teresa Cristina Novaes apresenta grandes nomes desta revolução, como Bertha Lutz, Celina Guimarães, Josefina Álvares de Azevedo, Júlia Barbosa, Leolinda Daltro e Nísia Floresta. 

2. O sufrágio universal: e a invenção democrática, de Vários autores (2005)

Crédito: Estação Liberdade

 

Concretizado pela primeira vez em 1848, o voto feminino, no resto do mundo, foi um marco na luta pela desigualdade de gênero. A obra O sufrágio universal: e a invenção democrática retrata a conquista do voto feminino e a emancipação da mulher, não somente no Brasil, mas como no resto da humanidade. 

3. Mulher Deve Votar?: o Código Eleitoral de 1932 e a Conquista do Sufrágio Feminino Através das Páginas dos Jornais Correio da Manhã e A Noite, de Monica Karawejczyk (2019)

Crédito: Paco Editorial

 

Escrita por Monica Karawejczyk, a obra Mulher Deve Votar?: o Código Eleitoral de 1932 e a Conquista do Sufrágio Feminino Através das Páginas dos Jornais Correio da Manhã e A Noite, retrata o reconhecimento e a importância do voto feminino no Brasil, para a América Latina, considerado um dos primeiros países a aderir este sistema. 

4. O Segundo Eleitorado: Tendências do Voto Feminino no Brasil, de Lucia Avelar (1989)

Crédito: Editora UNICAMP

 

O Segundo Eleitorado: Tendências do Voto Feminino no Brasil, de Lucia Avelar analisa as tendências eleitorais do voto feminino na sociedade brasileira e explica as consequências e dificuldades que o movimento feminista enfrenta na atualidade. Além disso, retrata o contexto histórico e a evolução da participação das mulheres na política.

5. Os direitos das mulheres: feminismo e trabalho no Brasil (1917-1937), de Glaucia Fraccaro (2019) 

Crédito: Editora FGV

 

A história do movimento feminista no Brasil está associada às lutas por direitos trabalhistas, voto e emancipação feminina. Desde as greves de 1917 até a instauração do Estado Novo, em 1937, a obra Os direitos das mulheres: feminismo e trabalho no Brasil (1917-1937), de Glaucia Fraccaro, reconstrói a formação dos sindicatos nas fábricas e ruas de São Paulo. 


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras:

1. O voto feminino no Brasil, de Teresa Cristina de Novaes Marques (2018) - https://amzn.to/2Pu37B5

2. O sufrágio universal: e a invenção democrática, de Vários autores (2005) - https://amzn.to/2w00gZH

3. Mulher Deve Votar?: o Código Eleitoral de 1932 e a Conquista do Sufrágio Feminino Através das Páginas dos Jornais Correio da Manhã e A Noite, de Monica Karawejczyk (2019) - https://amzn.to/37OwjsG

4. O Segundo Eleitorado: Tendências do Voto Feminino no Brasil, de Lucia Avelar (1989) - https://amzn.to/2T7sclY

5. Os direitos das mulheres: feminismo e trabalho no Brasil (1917-1937), de Glaucia Fraccaro (2019) - https://amzn.to/2SXqx3X

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.