Erro crasso

Povo arrumou origem nobre para a expressão

Adriana Lui Publicado em 01/08/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

A expressão, que designa um erro grosseiro, vem da tradução do latim crassus, que significa – adivinhe – “gordo” ou “grosseiro”. Mas essa explicação, cá entre nós, não tem graça. Por isso a sabedoria popular tratou logo de associar sua origem a um romano da época de Júlio César e Pompeu, que chegou a dividir o poder com os dois em 59 a.C., no período conhecido como Primeiro Triunvirato.

O cara era Marco Licínio Crasso, cidadão cheio da grana. Após comandar as forças que derrotaram o levante de escravos liderados por Spartacus, ele desenvolveu a idéia fixa de conquistar os partos, povo cujo império dominava a Mesopotâmia e impedia a expansão de Roma. Só que usou uma tática nada esperta e atacou a exímia cavalaria parta com uma infantaria romana em campo aberto. O “erro crasso” custou sua vida.