Jovens nazistas

Jovens nazistas

Fabiano Onça Publicado em 01/12/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Como tantos puderam ser cooptados por um regime tão tirânico como o nazismo? Juventude Hitlerista (Relume Dumará) demonstra como o processo se deu – ao menos em relação aos jovens. Focada na organização que dá nome ao livro, Susan Campbell demonstra as pequenas coerções que criaram uma cadeia de intimidação. Por exemplo: quem não participava era discriminado e seus pais pagavam multa. O livro mostra como a brutal repressão elevou os quadros da JH a 8 milhões de associados.

Trecho do livro

"A JH logo se tornou a maior e mais poderosa organização para meninos e meninas. Em 1935, tinha quase 4 milhões de integrantes, ou cerca de 4% dos jovens alemães de 8 a 18 anos. Mas Hitler queria mais. Em primeiro de dezembro de 1936, ele aprovou uma lei exigindo que todos os jovens alemães (exceto os judeus) saudáveis ‘recebam educação física, intelectual e moral no espírito do Nacional Socialismo’. (...) A partir de então, os pais que impedissem seus filhos de participar da JH eram ameaçados com pesadas sentenças de prisão. Três anos depois, uma segunda lei mais dura avisava que seriam levados os filhos cujos pais não aceitassem a JH."