Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / Breaking Bad

Breaking Bad: Veja a cena que fez Bryan Cranston chorar

Com momentos eletrizantes e até mesmo cômicos, Breaking Bad teve uma cena que emocionou Bryan Cranston durante as gravações; relembre!

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 14/01/2024, às 11h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Walter White (Bryan Cranston) de Breaking Bad - Divulgação
Walter White (Bryan Cranston) de Breaking Bad - Divulgação

Lançada em 2008, Breaking Bad se tornou um sucesso nos Estados Unidos. Com um roteiro marcante e personagens intrigantes, a série também conquistou fãs ao redor do mundo. Bem desenvolvida, acabou abraçada também pela crítica especializada. 

Na história, quem assiste acompanha a trajetória de Walter White (Bryan Cranston). Um simples professor de química, ele vê tudo mudar quando descobre um câncer em estado avançado. Preocupado com a situação financeira de sua família, ele passa a produzir metanfetamina para deixar dinheiro para a esposa e os filhos. 

Com uma trama intensa, a série é repleta de momentos dramáticos. Inclusive, um desses episódios acabou emocionando Bryan Cranston, o Walter White, durante as gravações. Em 2018, durante entrevista ao IndieWire, o ator explicou que uma cena específica da segunda temporada foi marcante por trás das câmeras.

Momento dramático

Na leva de episódios em questão, o público acompanha o relacionamento de Jesse (Aaron Paul) com Jane (Krysten Ritter). Marcado pelo uso desenfreado de drogas, o momento dramático ocorre quando Walter White encontra Jane no meio de uma overdose. Ele a deixa sufocar no próprio vômito, sabendo que jamais conseguiria fazer com que eles vivessem uma relação saudável. 

Para quem assistiu ao seriado, é um dos momentos mais chocantes. Assim, não é uma surpresa saber que a gravação emocionou Cranston por trás das câmeras. Ele disse que imaginou a personagem Jane como sua própria filha. Durante a preparação para a gravação, o ator até mesmo escreveu uma lista de prós e contras da jovem permanecer viva. 

“Uma das coisas que escrevi, além de 'ela [Jane] vai matar Jesse e arruinar nossas vidas e ela é viciada de qualquer maneira'... Havia uma quantidade significativa de prós, e um deles é que ela é uma jovem e poderia ser minha filha”, argumentou ele. 

"Em uma fração de segundo, o rosto [de Krysten] perdeu todas as características, e daí surgiu o rosto da minha filha verdadeira, sufocada até a morte", explicou o artista.

Quando o diretor finalizou a gravação, o ator disse que estava chorando. "Felizmente, você tem sua família ao seu redor, e fui até Anna Gunn [que interpretou Skyler White] e ela me abraçou". 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!