Curiosidades » Bizarro

Elizabeth Taylor, Michael Jackson e Marlon Brando fugiram juntos do 11 de setembro, revelou ex-assessor

Assustados com o atentado, os três artistas, que eram bastante amigos, teriam escapado do terror usando um carro alugado

Pamela Malva Publicado em 26/08/2020, às 17h20

Fotos de Michael Jackson, Marlon Brando e Elizabeth Taylor
Fotos de Michael Jackson, Marlon Brando e Elizabeth Taylor - Wikimedia Commons

Em um dos episódios mais traumáticos da história dos Estados Unidos, o dia 11 de setembro de 2001 foi marcado por diversas narrativas. Uma das mais insanas, sem qualquer confirmação, envolveu Marlon Brando, Michael Jackson e Elizabeth Taylor.

Durante entrevista à Vanity Fair, em 2011, Tim Mendelson, um ex-assessor da Rainha de Hollywood, comentou sobre o acontecimento. Segundo ele, que passou anos ao lado de Elizabeth Taylor, a atriz estava junto com os artistas no dia do atentado.

A versão contada por Tim começa com a amizade entre Marlon Brando e Michael Jackson. Em 2001, os dois teriam feito um acordo para que o cantor recebesse aulas de atuação e, em troca, Brando ganharia ingressos de graça para os shows do Rei do Pop.

Fotografia de Marlon Brando em 1950 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Com o tempo, Elizabeth, que era uma grande amiga do ator, também entrou para o clubinho e passou a frequentar os shows de Michael. Dessa forma, o trio inseparável estava junto no dia em que os aviões atingiram as Torres Gêmeas.

Assustado, como todo o resto do mundo, Michael Jackson insistiu que seus amigos o acompanhassem em uma fuga ambiciosa. Para o cantor, se a queda dos edifícios realmente fosse um ato terrorista, eles logo poderiam ser os próximos alvos dos ataques — já que eram grandes artistas, de status elevado.

Não demorou para que Brando e Elizabeth concordassem com a teoria. Assim, os três decidiram fugir de Nova York. O problema era que nenhum avião estava disponível. Então eles alugaram um carro modesto, para não chamar atenção.

Elizabeth Taylor em seu aclamado papel como Cleópatra / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Tim Mendelson ainda afirmou que o trio fez paradas em diversos KFCs, um típico restaurante norte-americano, para comprar baldes de frango para Marlon Brando. Para outro ex-assessor de Elizabeth, no entanto, a história é um pouco exagerada.

Não identificado, o homem disse que a atriz sequer participou da fuga. “Ela foi a uma igreja para orar e a um arsenal onde estavam as pessoas que não conseguiram voltar para casa ou que ficaram para procurar os desaparecidos”, conta. “Eventualmente, os aeroportos foram abertos e ela voltou para casa.”

Infelizmente, a versão verdadeira dos fatos nunca será comprovada, porque todos os envolvidos já partiram deste mundo. Para os fãs, resta imaginar a icônica cena dos três artistas em um pequeno carro alugado, com múltiplos baldes de frango no colo.


+Saiba mais sobre o 11 de Setembro por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Grandes Mistérios da História: A teoria da conspiração e os segredos por trás dos acontecimentos, de Sérgio Pereira Couto (2015) - https://amzn.to/2QHjs6p

Plano de ataque: A história dos vôos de 11 de setembro, de Ivan Sant'Anna (2014) - https://amzn.to/2Fz4SHB

The Big Bamboozle: 9/11 and the War on Terror (Edição Inglês), de Philip Marshall (2012) - https://amzn.to/2s9WXgN

A Comissão: A História Sem Censura Da Investigação Sobre O 11 De Setembro, de Philip Shenon (2013) - https://amzn.to/2NaNf5a

11 de Setembro de 2001 - A queda das torres gêmeas de Nova York, de José Carlos Sebe Bom Meihy (2005) - https://amzn.to/2uzkCbs

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W