Curiosidades » Estados Unidos

Chuva de destroços: a catastrófica missão do ônibus espacial Columbia

Após passarem 16 dias em missão espacial, astronautas tiveram um trágico fim devido a uma falha grotesca na nave

Isabela Barreiros Publicado em 14/08/2020, às 08h00

Tripulação do ônibus espacial Columbia
Tripulação do ônibus espacial Columbia - Wikimedia Commons

Em 2003, os Estados Unidos estavam investindo, mais que nunca, em uma tecnologia espacial que fosse mais barata, ou seja, que fosse mais acessível e que pudesse ser realizada com mais frequência do que se estava acostumado. O ônibus espacial Columbia era uma nave reutilizável que pretendia preencher esses requisitos, sendo lançada ao espaço há 17 anos, no dia 16 de janeiro de 2003.

Dentro da nave estavam sete astronautas, sendo eles cinco homens e duas mulheres. Rick Husband, Willie McCool, Michael Anderson, David Brown, Kalpana Chawla, Laurel Clark e Ilan Ramon estavam a bordo do Columbia — e morreram com sua queda.

O lançamento do ônibus espacial Columbia / Crédito: Wikimedia Commons

 

Ele foi lançado pelo Programa Space Shuttle da NASA, responsável pelo desenvolvimento espacial dos Estados Unidos desde 1981 até 2011. Durante todos esses anos, foi possível observar um avanço tecnológico imenso gerado por muitas pessoas envolvidas no projeto. Mesmo com muitos pontos positivos, alguns negativos podem ser levantados, como a tragédia que aconteceu na aterrisagem do ônibus espacial em questão.

O Columbia estava retornando da sua vitoriosa missão espacial e científica, que durou apenas 16 dias, quando sofreu com uma imensa perda.

Destroços encontrados / Crédito: Getty Images

 

Os astronautas estavam se preparando para pousar no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, EUA, no dia 1º de fevereiro de 2003. De acordo com as investigações realizadas após a queda, um pedaço de espuma isolante foi o maior responsável pela desintegração da nave.

O material fez um buraco no lado esquerdo da nave, o que fez com que muito ar quente entrasse, causando inúmeros problemas no ônibus. Isso aconteceu durante o processo de reentrada na atmosfera terrestre e causou a total destruição da espaçonave.

Mais ou menos sobre a cidade de Dallas, muitas pessoas puderam ver o início da queda do Columbia. Ele começou a ser pulverizado no ar, quebrando-se em pedaços cada vez menores, o que fez com que os destroços ficassem espalhados ainda no céu. Uma chuva de detritos aterrorizou os Estados Unidos naquele dia.

Parte com 360 kg, de um dos motores principais do Columbia encontrado na Louisiana / Crédito: Wikimedia Commons

 

O grande estrondo terminou a história do ônibus espacial Columbia com uma grande tragédia, que matou os sete astronautas que estavam a bordo da nave.


+ Saiba mais sobre o desastre da nave Columbia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Bringing Columbia Home: The Untold Story of a Lost Space Shuttle and Her Crew (English Edition), Michael D. Leinbach e Jonathan H. Ward (2018) - https://amzn.to/2RnmVG3

Columbia Space Shuttle Explosion and Space Exploration (Perspectives Library: Modern Perspectives) (English Edition), Tamra B. Orr (2017) - https://amzn.to/35Y2THI

Forever Young: A Life of Adventure in Air and Space (English Edition), John W Young (2012) - https://amzn.to/2t9Yjc5

Return to Flight: Inside NASA's Space Shuttle Missions in the Wake of the Columbia Disaster (English Edition), James Peters - https://amzn.to/2RjKZtJ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W