Curiosidades » Egito Antigo

O Egito não é o país que tem mais pirâmides no mundo

Em outro território, é possível encontrar o dobro dessas antigas estruturas, que foram construídas em menos tempo

Isabela Barreiros Publicado em 19/08/2019, às 16h00

None
- Crédito: Reprodução

As pirâmides fazem parte do imaginário das pessoas quando se fala sobre o Egito. No entanto, elas não são exclusivas do país, estando presentes em diversas civilizações ao longo da história.

Os mesopotâmios foram os primeiros a construírem estruturas em formato de pirâmides, os zigurates. Vários outros povos estavam interessados em erguer construções parecidas que seriam usadas para propósitos religiosos, como os sumérios, babilônios e assírios.

Os zigurates, as pirâmides dos mesopotâmios / Crédito: Reprodução

 

Localizada no México, mais especificamente na região de Puebla, temos a maior delas (em questão de volume), a Pirâmide de Tepanapa, também conhecida como a Grande Pirâmide de Cholula. São impressionantes 65 metros de altura e 439 metros de base.

A Pirâmide de Tepanapa, no México / Crédito: Reprodução

 

O Reino de Kush, um antigo império africano localizado onde hoje está o Sudão, competia com o Egito em questões econômicas e de força militar, mas também em relação à cultura e política. Por isso, estando sob a constante influência dos egípcios, foram construídas inúmeras pirâmides na região.

As estruturas possuíam a mesma função nos dois territórios: eram locais destinados ao descanso eterno de seus reis e rainhas.

As pirâmides de Meroé, no Sudão / Crédito: Reprodução

 

No entanto, o número. No Sudão, podemos encontrar 255 pirâmides, enquanto o Egito, país famoso por sua frequência, possui entre 118 e 138 dessas construções — quase metade das espalhadas pela primeira nação. Além disso, os egípcios demoraram cerca de três milênios para construí-las, enquanto os outros conseguiram fazer o dobro disso em um espaço de poucos séculos.