Curiosidades » Cultura

Do período colonial aos dias atuais: obra explica a construção do Brasil de forma descontraída

Se liga nessa história do Brasil, de Walter Solla e Ary Neto, aborda aspectos pouco conhecidos sobre eventos e personagens que marcaram o país

Victória Gearini Publicado em 21/01/2021, às 17h30

Pintura de um engenho de açúcar em Pernambuco, por Frans Post
Pintura de um engenho de açúcar em Pernambuco, por Frans Post - Wikimedia Commons

Lançada em 2019 pela Editora Outro Planeta, a obra Se liga nessa história do Brasil, dos professores Walter Solla e Ary Neto, aborda de maneira descontraída a construção histórica do território brasileiro.

Por meio de uma linguagem simples e acessível, os escritores abordam de maneira leve e sem papas na língua a história do Brasil, desde o seu “descobrimento” até os dias atuais. Esta narrativa ágil e envolvente é repleta de intrigas históricas e personagens curiosos que marcaram a construção do país.

[Colocar ALT]
Se liga nessa história do Brasil,de Walter Solla e Ary Neto (2019) / Crédito: Divulgação / Editora Outro Planeta

Os autores revelam diversos acontecimentos, como a relação dos portugueses e dos povos indígenas, a colonização, escravidão e revoltas nativistas, família real, independência do país e proclamação da República.

Walter Solla e Ary Neto apresentam, ainda, o canal do Youtube "Se liga nessa história", com mais de um milhão de inscritos. Na multiplataforma de ensino, os professores contam de maneira divertida fatos pouco conhecidos pelos brasileiros e que quase não são retratados nos livros convencionais de História. 

Disponível na Amazon em formato Kindle e capa comum, a obra Se liga nessa história do Brasil, é perfeita para quem deseja conhecer melhor a construção do território brasileiro, de maneira descontraída e inovadora. 

Confira abaixo um trecho de Se liga nessa história do Brasil (2019):

“Quais pessoas nós podemos afirmar que são indígenas? Quando você vê alguém passando pela rua, você pode apontar e dizer ‘esse cara é um índio’? A resposta correta é: ninguém pode fazer isso. Na verdade, só o próprio grupo étnico pode se autodenominar indígena. Em outras palavras, somente o próprio indivíduo pode dizer ‘sou índio’ ou ‘não sou índio’. Isso porque ninguém pode gerar uma identidade para outra pessoa, já que a identidade é um aspecto muito pessoal e nada mais é do que as qualidades e características particulares que tornam possíveis o reconhecimento de uma pessoa. 

Por isso, a questão da identidade acaba se tornando um assunto muito delicado. Para evitar pisar em campos minados, aqui estão algumas armadilhas que devem ser evitadas:

Determinismo biológico: esse fato ocorre quando tendemos a identificar uma pessoa pelo fator biológico, como classificar alguém como índio por seu aspecto (pele bronzeada, cabelos negros e compridos).”


+Canal Se liga nessa história do Brasil


++Saiba mais sobre esta e outras obras relacionadas ao tema disponíveis na Amazon:

Se liga nessa história do Brasil,de Walter Solla e Ary Neto (2019) - https://amzn.to/3qGwbW1

Coletânea Professores do Youtube, de Walter Solla, Ary Neto, Schwarza e Kennedy Ramos (2020) - https://amzn.to/3ixfw4i

O livro da história, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/3sMFfKU

A História do Mundo Para Quem Tem Pressa, de Emma Marriot (2015) - https://amzn.to/2Y2JN1C

Uma Breve História do Tempo, de Stephen Hawking (2015) - https://amzn.to/3c0Da80

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W