Curiosidades » Personagem

Roubadas pelo Estado: O que aconteceu com as Irmãs Dionne?

Após serem exploradas tanto pelo governo do Canadá, quanto por seus pais, as meninas lutaram por sua liberdade e, sozinhas no mundo, seguiram com as próprias vidas

Pamela Malva Publicado em 19/07/2020, às 09h00

Fotografia das cinco irmãs Dionne durante a adolescência
Fotografia das cinco irmãs Dionne durante a adolescência - Wikimedia Commons

Em meados de 1933, o mundo se via em instabilidade financeira depois da quebra da bolsa de 29. As incertezas eram muitas e, para um casal do Canadá, o futuro seria ainda mais complexo. Elzire Dionne, afinal, havia dado à luz cinco bebês.

Nascidas prematuras, Annette, Émilie, Yvonne, Cécile e Marie eram uma verdadeira atração em Ontário. De certa forma, as pessoas viam as irmãs como um símbolo de esperança: elas trariam um futuro próspero.

A procura pelas meninas era enorme e, eventualmente, o pai delas aceitou o convite da na Feira Mundial de Chicago. Não demorou, no entanto, até que o governo de Ontário duvidasse das condições que o casal Dionne tinha de cuidar das meninas.

As irmãs Dionne após o nascimento / Crédito: Wikimedia Commons

 

Infância roubada

Com a pressão do Estado, Elzire e seu esposo, Olive, perderam a guarda das cinco garotas. Durante nove anos, então, elas foram mantidas sob tutela do governo, em um complexo hospitalar. Ainda assim, as jovens foram usadas como atração.

As meninas só voltaram para a casa dos pais após anos servindo como protagonistas em um show bizarro, em 1943. Durante o período turbulento, que elas narraram como sendo o pior das suas vidas, as meninas até conheceram a Rainha Elizabeth II.

Para Olive, no entanto, a fama não era o suficiente. Ele queria mais das filhas quíntuplas. Assim, as jovens foram apresentadas à um mundo de terror e angústia, no qual eram constantemente abusadas pelo pai.

Ilustração das irmãs Dionne durante a infância / Crédito: Wikimedia Commons

 

A liberdade custa caro

Quando chegaram aos 18 anos, as gêmeas logo trataram de sair de casa. A ideia era escapar da insanidade que Ontário representava. Dessa forma, fugiram da cidade onde nasceram e construíram as próprias vidas — dessa vez longe dos holofotes.

A mais conservadora delas, Émile, decidiu por tornar-se uma freira e assim o fez. Ela se mudou para um convento, onde viveu até os seus últimos dias. Em 1954, aos 20 anos, a jovem faleceu, vítima de epilepsia.

Marie, por sua vez, foi hospitalizada com depressão nervosa. Uma vez casada, ela colocou suas duas filhas em um orfanato e assinou o divórcio. Vítima de um problema sanguíneo em seu cérebro, ela deu seu último suspiro em 1970.

Yvonne, Annette e Cécile Dionne, em 1999 / Crédito: Wikimedia Commons

 

A vitória das Dionne

Nos anos 1990, as três irmãs restantes moveram uma ação contra o governo canadense. Aliadas à pressão popular, conquistaram uma indenização no valor de 2,8 milhões de dólares, que foi dividida entre elas igualmente.

Conhecida como a mais criativa e artística das cinco irmãs, Yvonne tentou entrar em convento, mas acabou por se instalar na casa de Annette, em St. Bruno. Em pouco tempo, ela decidiu investir em sua carreira acadêmica. Em 2001, no entanto, acometida por um câncer, Yvonne também faleceu, já aos 67 anos.

Casadas e com filhos, Annette e Cécile seguem vivas até hoje. Pouco se sabe, contudo, sobre a vida pessoal das irmãs, que parecem ser bastante reservadas. A única certeza é que, sempre que podem, elas honram a memória das Dionne que já se foram.


+Conheça outras histórias insólitas a partir de grandes obras disponíveis na Amazon:

Mentes Criminosas:: Os crimes mais infames de nosso século, Editora Curta, (Ebook Kindle), 2017 - https://amzn.to/2MJwVYX

Crime e Castigo, Fiódor Dostoiévski (Autor), Rubens Figueiredo (Tradutor), (Ebook Kindle), 2019 - https://amzn.to/39wZ6Ef

Lady Killers: Assassinas em Série: As mulheres mais letais da história - Em uma edição igualmente matadora, Tori Telfer (Autor), Marcus Santana (Tradutor), Daniel Alves da Cruz (Tradutor), 2019 - https://amzn.to/2QfCQqO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W