Notícias » Pantanal

A saga da onça que virou estrela em 'Pantanal' e impressiona internautas

Últimas cenas do remake de 'Pantanal' impressionaram os noveleiros com a 'transformação' de atriz em onça

Redação Publicado em 07/04/2022, às 22h49 - Atualizado às 23h01

Matí (à esqu.) e Maria Marruá, Juliana Paes (à dir.)
Matí (à esqu.) e Maria Marruá, Juliana Paes (à dir.) - Divulgação/Instituto Nex e Divulgação/TV Globo

32 anos depois, o remake da novela 'Pantanal', clássico da Manchete, tem emocionado internautas assim como fez no passado com os noveleiros.

Ao misturar cenários naturais com tecnologia, o resultado da produção da TV Globo tem se tornado um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. 

Nesta semana, por exemplo, a cena que mostra a primeira vez que a personagem Maria Marruá, vivida por Juliana Paes, se 'transforma' em onça se tornou um dos tópicos mais comentados no Twitter.

Já nesta quinta-feira, 7, uma cena que mostra a personagem se transformando dentro de casa também arrancou suspiros dos noveleiros.

"Que cena arrepiante da Maria Marruá virando onça. ESPETÁCULO", escreveu um usuário no Twitter.

Assim fica a dúvida: o que sabemos sobre a onça que aparece no remake do folhetim?

Bom, o portal de notícias G1 revelou que, diante da história, a novela necessitava de uma onça-pintada. Diante da impossibilidade de gravar um animal selvagem, a produção teve uma opção emocionante. 

Matí é o nome da onça que impressionou noveleiros e internautas nos últimos dias. Fêmea, ela vive Corumbá de Goiás e com três e meio, infelizmente, o animal não consegue voltar a viver na natureza. 

“Como perdeu a mãe, foi cuidada por humanos e acabou perdendo o instinto selvagem. Algo cada vez mais recorrente, infelizmente”, explica ao Gshow Daniela Gianni, disse a coordenadora de projetos e atividades do Instituto NEX, que acolheu o animal. “Foi pela docilidade da Matí e seu temperamento mais calmo, que a escolhemos para representar a força da natureza na novela”, continua ela.

Acolhida pelo Instituto Nex, Matí já era acostumada com a presença de humanos e garantiu um papel na novela mais esperada do ano.

O instituto cuida de animais que passaram por traumas e não conseguem retornar ao habitat natural. 

Silvano Gianni, atual diretor do Instituto Nex, explicou ao portal como é feito esse processo com os animais que chegam ao local.

"Depois de chegar a onça, tem que descobrir o que vai fazer com ela. É uma onça apta à soltura? Vamos isolá-la e treiná-la? Se for uma onça que não tem chance de ser solta, ela vai servir para outra coisa. Alguma utilidade tem esse cativeiro", disse ele.