Curiosidades » Pantanal

Olhar intimidador e força: 5 curiosidades sobre a personagem Juma Marruá

Último capítulo do remake de 'Pantanal' mostrou o dramático nascimento da personagem intrigante

Redação Publicado em 06/04/2022, às 18h15

A personagem Juma nas duas versões de 'Pantanal'
A personagem Juma nas duas versões de 'Pantanal' - Divulgação/ Manchete e Divulgação/TV Globo

Em 1990, o lançamento da novela Pantanal na extinta Manchete representou um verdadeiro marco na história da teledramaturgia brasileira. Escrita por Benedito Ruy Barbosa, a novela voltou a chamar atenção dos brasileiros com um remake feito pela TV Globo e lançado na última semana. 

Com imagens naturais impressionantes e personagens marcantes, a novela é um dos assuntos mais comentados por internautas nas redes sociais. O capítulo exibido na última terça-feira, 5, mostrou o dramático nascimento da personagem Juma Marruá, que será interpretada pela atriz Alanis Guillen após um salto de 20 anos na linha temporal no folhetim. 

Divulgação/ TV Globo

Mas quem é essa personagem? Quem a interpretou na primeira versão? Bom, o site Aventuras na História separou curiosidades sobre a personagem que instiga gerações. 

1. Quem é Juma?

Fruto do romance entre os personagens Gil (vivido pelo ator Enrique Diaz) e Maria Marruá (interpretada por Juliana Paes), Juma quase foi morta por uma cobra sucuri no momento em que nasceu, como mostrou o capítulo exibido na última terça-feira, 5. 

Ela cresce ao lado de Maria, que a ensina a ser destemida e se defender de tudo. Na primeira versão da novela, a personagem ganhou vida através da talentosa Cristiana Oliveira. 

Eu acho que tinha muito da Cristiana na Juma. Não sei explicar exatamente o que tinha da Cristiana na Juma, mas tinha. Era uma personagem na qual me senti muito confortável fazendo, mesmo na minha inexperiência, na minha falta de experiência. Mas eu vivi a Juma. É como se ela realmente existisse, como se não fosse ficção e eu estivesse contado a história de uma mulher e ela fosse parte daquilo. E ela era parte daquilo”, explicou a atriz em entrevista ao site Aventuras na História.

2. Da caça a independência 

Com os ensinamentos da mãe, Juma não só caça, mas também se torna uma mulher totalmente independente. Se espelhando em Maria Marruá, Juma carrega o lema 'melhor sozinha' e como consequência não depende de ninguém para nada. 

Divulgação/Manchete

Esse espirito destemido, inclusive, representou um grande desafio para Cristiana Oliveira durante as gravações.

"Aquela coisa do quadril que ensinam em hípica, eu não sei trotar. Então tinha que ser outro tipo de cavalo.  Um dos diretores falava: ‘corre com o cavalo’. E eu respondia: ‘não, não estou afim de correr não’.  E ele disse: ‘mas precisa correr’. Então eu falei: ‘ta bom’. Bati o pé com todo carinho do mundo e ele deu uma corrida. Então eles aproveitaram e cortaram a cena. Eu nunca gostei", disse ela ao site Aventuras na História.


3. Da solidão ao amor

A vida da personagem muda totalmente ao conhecer Jove. Interpretado por Jesuíta Barbosa, ele muda totalmente a maneira como Juma se sente internamente. 

Apresentados um ao outro através do Velho do Rio (interpretado por Osmar Prado), Juma se rende ao sentimento do amor, algo que não fazia parte de sua realidade. 

Cristiana Oliveira também falou sobre a sua reação quando soube das atrizes que poderiam viver a nova versão de Juma. 

Mandei uma mensagem: ‘Olha Alanis, que ninguém me escute, tem várias ótimas várias atrizes concorrendo ao papel, mas a minha torcida é por você. Eu sinto alguma coisa em você que eu não sei explicar’. Meu coração sentiu aquilo e quando eu a conheci, comprovei. Ela vai fazer uma Juma lindamente, ela é a própria Juma, não vai ter dificuldade”, relembrou ela ao site Aventuras na História.

4. Dons da mãe 

No último capítulo exibido, chamou atenção a cena em que a personagem Maria Marruá se transforma em onça e salva a filha diante da ameaça de uma cobra sucuri. Assim como na primeira versão, esse instinto também estará presente na personagem Juma. 

Divulgação/ Manchete e Divulgação/TV Globo

Na nova versão, a onça que protagonizou a belíssima cena se chama Matí. Conforme repercutido pelo portal de notícias G1, a atriz Cristiana Oliveira conheceu o animal, que vive em Corumbá de Goiás. O animal vive no Instituo Nex e, infelizmente, não consegue mais viver na natureza.

"Eu nunca tinha visto uma onça. Inclusive, eu gravei durante 11 meses no Pantanal, do Mato Grosso do Sul, e nunca vi. Fui ver em 2015 em um safari, mas muito de longe", relembrou a atriz ao veículo.


5. Desafios fora da tela 

Alanis, que viverá Juma na nova versão, revelou alguns dos desafios encontrados para viver a personagem de corpo e alma. Gravando no Pantanal, a atriz explicou à 'Harper's Bazaar' disse ter mudado seus hábitos.

"Entendi que ia para o meio do Pantanal, viver uma personagem meio animal. Então, voltei a comer carne, tento equilibrar e tenho consciência do que envolve essa indústria", afirmou a atriz. "Ela vem livre e se mostrando como se é, e não como deve ser".