Notícias » Brasil

Agência Espacial Brasileira assina participação no Programa Artemis

No total, o Brasil é o décimo país interessado em participar do projeto, que visa levar a primeira mulher à Lua

Pamela Malva Publicado em 09/01/2021, às 13h30

Imagem meramente ilustrativa da Lua
Imagem meramente ilustrativa da Lua - Divulgação

Neste sábado, 09, a Agência Espacial Brasileira (AEB) afirmou que tem intenção de colaborar com o Programa Artemis. Desenvolvido pela NASA em parceria com diversas agências espaciais, o projeto tem como objetivo levar a primeira mulher à Lua.

Por enquanto, o Brasil é o décimo país a assinar o acordo de colaboração, segundo o Estadão. Nessa aliança, o país tropical terá o papel de produzir pequenos equipamentos robóticos. Para Carlos Moura, presidente da AEB, essa parceria pode estimular não apenas a pesquisa nacional, como também os setores do turismo e da agricultura.

Ainda mais, Moura espera que o Artemis seja uma porta de entrada para a conquista de uma maior autonomia tecnológica no Brasil. Para participar dos 19 projetos que compõem o Programa Espacial Brasileiro, contudo, a AEB precisa de investimentos.

Fotografia de Carlos Moura, presidente da AEB / Crédito: Divulgação/Agência Espacial Brasileira

 

Nesse sentido, a expectativa é que o governo invista R$106 milhões nas pesquisas. “A gente espera que os congressistas se sensibilizem por essa oportunidade tão promissora e disponibilizem uma pequena quantia”, explica Moura. Tal valor, todavia, seria apenas um pontapé inicial, que, se implementado, servirá como atrativo para agentes privados.

Quase 52 anos depois da chegada da Apollo 11 à Lua durante a histórica Corrida Espacial, o Programa Artemis promete levar a primeira mulher para o satélite. Além disso, o projeto ainda espera avançar nas pesquisas para colonização de Marte.