Notícias » Arqueologia

Anéis podem ter sido precursores do dinheiro na Europa da Idade do Bronze, afirma estudo

Pesquisadores acreditam que, pelos objetos terem peso muito próximo e aparência similar, eles poderiam funcionar como moeda de troca

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 29/01/2021, às 07h00

Anéis da Idade do Bronze analisados
Anéis da Idade do Bronze analisados - Divulgação/MHG Kuijpers

Uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Leiden analisou mais de 5.000 anéis encontrados em 100 locais diferentes na Europa Central, datando da Idade do Bronze, e chegou a uma possível conclusão: eles eram usados como dinheiro. O estudo foi publicado na revista científica PLOS One.

De acordo com o artigo, foram encontradas semelhanças notáveis entre a maioria dos objetos. Cerca de 70% deles tinham um peso muito próximo, podendo ser considerados idênticos quando segurados à mão. 

Eles também apresentavam certa uniformidade em sua forma, o que levou os pesquisadores a acreditarem que eles tinham aparência e peso padronizados pelos antigos europeus. No entanto, isso não aconteceu com todos os objetos. As lâminas e hastes curvas analisadas não tinham tanta similaridade.

Fotografia dos anéis da Idade do Bronze analisados / Crédito: Divulgação/MHG Kuijpers

 

Para o autor principal do estudo, Maikel Kuijpers, arqueólogo da Universidade de Leiden, nos Países Baixos, isso pode significar que eles funcionavam como moeda na época em que foram forjados. Na maioria das vezes, foram encontrados dois tipos de artefatos em cada tesouro.

Nicola Ialongo, arqueólogo da Universidade Georg August de Göttingen, na Alemanha, que não participou da pesquisa, afirmou que o estudo é "uma tentativa notável de quebrar um dos tabus mais antigos e persistentes da arqueologia pré-histórica, de que as sociedades 'primitivas' não têm uma economia comercial adequada."