Notícias » Ciência

Após diversos problemas técnicos, astronautas instalam novos painéis solares em estação espacial

Shane Kimbrough e Thomas Pesquet levaram os equipamentos até a ISS para aumentar o potencial energético da plataforma

Pamela Malva Publicado em 21/06/2021, às 17h00

Fotografia da estação espacial ISS, da Nasa
Fotografia da estação espacial ISS, da Nasa - Getty Images

Após uma missão parcialmente falha na última quarta-feira, 16, os astronautas Shane Kimbrough, da Nasa, e Thomas Pesquet, da Agência Espacial Europeia, finalmente conseguiram instalar novos painéis solares na estação espacial ISS, no domingo, 20.

Segundo a CNN, a primeira caminhada espacial da dupla durou cerca de sete horas, mas não conseguiu cumprir todas as metas, já que os astronautas enfrentaram alguns “atrasos técnicos”. No total, os especialistas conseguiram instalar apenas dois dos seis conjuntos solares, os chamados iROSAs, programados para a missão.

Frente aos obstáculos encontrados, então, Kimbrough e Pesquet tiveram de retornar para a estação no domingo, em uma viagem que já estava programada. Ao invés de fazerem apenas o planejado, contudo, eles terminaram as tarefas que ficaram incompletas na caminhada espacial da quarta-feira.

A missão, cujo objetivo era instalar os painéis solares que irão abastecer a estação espacial, representou a oitava caminhada de Kimbrough, enquanto Pesquet realizou apenas quatro operações parecidas. A dupla, contudo, já trabalhou em conjunto antes.

Os novos painéis instalados pelos astronautas, então, aumentaram o potencial total disponível para a estação, que antes era de 160 quilowatts e, agora, já atinge os 215 quilowatts. Ainda mais, os equipamentos também serviram de teste para as matrizes solares que devem fornecer energia ao posto lunar Gateway, que será usado durante o programa Artemis, da Nasa, em meados de 2024.