Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram mosaicos de igreja de 1.600 anos na Turquia

As peças possuem representações de “animais, formas geométricas e figuras humanas”, segundo pesquisador envolvido

Isabela Barreiros Publicado em 22/09/2020, às 13h33

Mosaico descoberto na vila de Göktaş, Turquia
Mosaico descoberto na vila de Göktaş, Turquia - Divulgação/Agência Anadolu (AA)

Escavações realizadas na última semana na vila de Göktaş, ao sudeste da Turquia, revelaram resultados impressionantes. Os arqueólogos envolvidos no trabalho foram responsáveis por encontrar vestígios de uma antiga igreja, que acredita-se remontar de 1.600 anos atrás.

As evidências descobertas na província de Mardin consistem principalmente em mosaicos que antigamente faziam parte da capela. O local já havia sido declarado como um sítio arqueológico relevante em 18 de setembro de 2019.

Segundo Abdülgani Tarkan, líder das escavações e diretor do Museu Mardin, a catedral provavelmente foi construída no ano de 396 d.C. Ela foi desenvolvida como uma basílica com piso de mosaico, o qual foi encontrado pelos pesquisadores.

As peças descobertas possuem representações muito interessantes. "Os mosaicos mostram representações de animais, formas geométricas e figuras humanas, bem como cenas de pessoas caçando. Os meses de abril e junho também estão inscritos nas figuras humanas”, explicou Tarkan.Eles também continham pelo menos nove linhas de inscrições da escrita Estrangelo ou Siríaco Antigo.