Notícias » Astronomia

Astrônomos descobrem chuva de ferro em planeta descoberto pelo Reino Unido

Segundo o cientista responsável pela pesquisa, o fenômeno ocorre por conta de temperaturas bizarras que chegam a 2.400ºC

Daniela Bazi Publicado em 13/03/2020, às 08h00

Imagem ilustrativa de uma chuva de ferro
Imagem ilustrativa de uma chuva de ferro - Divulgação/Eso/M.Kornmesser

Uma equipe de astrônomos, liderados pelo Dr. David Ehrenreich publicaram essa semana na revista Nature a descoberta de uma chuva de ferro que acontece no planeta Wasp-76b, descoberto há quatro anos pelo Reino Unido.

O fenômeno acontece devido à temperatura elevada do globo, que ultrapassa os 2.400ºC, tornando capaz que metais sejam vaporizados. Durante a noite, se torna 1.000 graus mais frio, sendo o suficiente para que a substância metálica seja condensada e ocorra a chuva.

"Imagine que, em vez de uma garoa de gotas de água, você tem gotas de ferro caindo", contou Ehrenreich à BBC. Os cientistas conseguiram identificar o fato através da utilização de um novo instrumento chamado Espresso, que fica no Very Large Telescope do Observatório Europeu do Sul, localizado no Chile.

"O que supomos é que o ferro esteja condensando na cabeceira da noite, que, embora ainda quente a 1.400C, seja frio o suficiente para que o ferro possa condensar como nuvens, como chuva, possivelmente como gotículas. Elas podem cair nas camadas mais profundas do atmosfera que não podemos acessar com o nosso instrumento ", explicou o doutor responsável pela descoberta.