Notícias » Líbano

Beirute: Corpo de criança de três anos é descoberto em destroços

Catástrofe causou mais de 150 mortes e deixou milhares de pessoas desabrigadas

Isabela Barreiros Publicado em 08/08/2020, às 13h00

Imagem aérea do porto afetado após explosão de armazenamento
Imagem aérea do porto afetado após explosão de armazenamento - Divulgação/YouTube/Sky News/05.08.2020

Segundo informações do jornal britânico Mail Online, o corpo de uma menina de três anos foi descoberto por equipes de resgate em Beirute, capital do Líbano. A tragédia, que aconteceu nesta terça-feira, 4, foi causada por uma explosão na região portuária da cidade teve como consequência mais de cem mortes e deixou milhares de pessoas sem casa.

A criança era Alexandra Najjar, e seu nome já está registrado na lista de mortos da catástrofe, que já conta com 154 vítimas. A explosão fez com que muitas crianças fossem separadas de suas famílias, fazendo com que muitas desaparecessem em meio ao caos.

Para a representante da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) no Líbano, Violet Speek-Warnery, eles estão focando no atendimento das famílias em relação à “saúde, água e bem-estar das crianças".

Dezenas de equipes de resgate foram formadas para auxiliar nas buscas de desaparecidos após a explosão. De acordo com o Ministério de Saúde do Líbano, mais de 100 famílias de trabalhadores e moradores do local recorreram ao órgão para solicitar auxílio nas buscas.

Em entrevista à BBC, o chefe da Cruz Vermelha do Líbano, George Kettani, descreveu a explosão como uma “enorme catástrofe” e manifestou pesar pela constante retirada de corpos e feridos na zona portuária: "Há vítimas e baixas em todos os lugares".