Notícias » Brasil

Busto de Duque de Caxias amanhece coberto por saco de lixo no RS

A estátua foi alvo de uma intervenção realizada por dois coletivos de Porto Alegre, cujo mote era "O racismo não pode mais ser tradição"

Redação Publicado em 21/09/2021, às 20h30

Fotografia do busto coberto com saco de lixo
Fotografia do busto coberto com saco de lixo - Divulgação/ Instagram/ @afrontenacional/ @timerbrap/ @coalizaonegrapordireitos

Duas estátuas em homenagem a Bento Gonçalves e Duque de Caxias tornaram-se alvos de uma inusitada intervenção nas ruas de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, nesta terça-feira, 21. Os protestos foram reivindicados pelos coletivos Afronte! e Time RB.

Com o objetivo de protestar contra a persistente homenagem a figuras consideradas pelos ativistas como "racistas e escravagistas", os manifestantes cobriram o busto de Duque de Caxias com uma sacola plástica e ainda penduraram faixas com os dizeres “O racismo não pode mais ser tradição” em ambas as estátuas.

Enquanto o racismo for parte central na tradição gaúcha e os escravagistas receberem homenagens, estaremos em luta pra mudar essa realidade!”, explicou o coletivo Afronte!, no Instagram.

Ainda em sua publicação, o movimento político afirmou que as estátuas de Duque de Caxias (1803 - 1880) e Bento Gonçalves (1788 - 1847) foram escolhidas como alvo das manifestações pelo fato de homenagearem “dois dos militares que organizaram o Massacre de Porongos contra os Lanceiros Negros, na farroupilha”.

“Em mais um ano damos o recado ao povo gaúcho que um povo sem virtude acaba por escravizar!”, pontuou o coletivo responsável pela intervenção simbólica. “O racismo não pode mais ser tradição. Chega de homenagear racistas!”