Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Bingo em Garimpo

Cartaz de bingo em garimpos anuncia 'uma mulher' como prêmio

Cartaz compartilhado em grupo de mensagens tem mulher e ouro equivalente a R$ 14,4 mil como prêmio

Redação Publicado em 24/05/2022, às 18h59

Cartaz Bingo para garimpeiros - Divulgação/G1
Cartaz Bingo para garimpeiros - Divulgação/G1

O cartaz de um bingo destinado a garimpeiros, cujo um dos prêmios seria uma mulher, foi divulgado em um grupo de mensagens, na última segunda-feira, 23.

O grupo nomeado "Amigos do Rio Uraricoera", uma referência à principal via fluvial usada pelos garimpeiros para chegar aos acampamentos dentro da Terra Indígena Yanomami.

O ícone de perfil do grupo, é o símbolo Monumento ao Garimpeiro  — ponto turístico na praça do Centro Cívico, em frente ao Palácio do Governo, em Boa Vista  — logomarca do "Movimento Garimpo é Legal". 

O cartaz tem como objetivo a divulgação de um bingo para garimpeiros e foi enviado por uma mulher identificada como Nayara. O número é de DDD 95, Roraima. As informações são do G1. 

O prêmio principal do nomeado “Bingo da Nayara” é de 50 gramas de ouro, o equivalente a cerca de R$ 14,4 mil   — segundo a cotação do Banco Central  — para quem completar a tabela. No cartaz estava escrito: 

Na quina uma mulher, na quadra um relógio masculino"

Marcado para o próximo sábado, 28, no chamado "Cabaré do Taituba", o evento também tem show ao vivo, conforme anunciado no cartaz. 

A estrutura dos garimpos

Os garimpos podem ser comparados a ‘minicidades’ nas florestas. Possuem prostíbulos, boates, festa de carnaval, serviço de Wi-fi, restaurantes e até mesmo consultórios odontológicos, segundo descobertas de operações da Polícia Federal

Comuns nas 'minicidades', outro bingo teve cartaz apreendido em operação da Polícia Federal e divulgava prêmios como revólveres e dois litros de whisky. O evento cobrava 1,5 grama de ouro por duas cartelas.

CaptionDivulgação/Polícia Federal

Os garimpos em Roraima, estão especialmente nas terras indígenas Yanomami e Raposa Serra do Sol, embora o estado possua diversos espalhados pelo seu território. A atividade do garimpo é ilegal e provoca desmatamento, poluição dos rios e conflitos. Além de impactar diretamente a saúde da população que vive nas comunidades.