Notícias » Arqueologia

Casal encontra ossos de um cavalo da Idade do Gelo em seu quintal

Inicialmente, os moradores de Las Vegas pensaram ter encontrado a cena de um crime, mas depois notaram o animal pré-histórico

Pamela Malva Publicado em 01/05/2021, às 16h30

Fotografia do fóssil de cavalo encontrado em Las Vegas
Fotografia do fóssil de cavalo encontrado em Las Vegas - Divulgação/KNTV

Na última segunda-feira, 26, durante a construção de uma piscina em uma casa de Las Vegas, nos Estados Unidos, trabalhadores ficaram surpresos ao encontrar uma curiosa ossada enterrada a 1,5 metros da superfície. Alarmado com a descoberta, Matt Perkins, o dono da propriedade, chamou a polícia, segundo ele próprio narrou para a CNN.

Quando chegaram, no entanto, os oficiais perceberam que aquele era um fóssil grande mais para ser humano, o que com certeza não configuraria um crime. Sendo assim, Matt e seu esposo decidiram entrar em contato com o paleontólogo Joshua Bonde.

Diretor de pesquisa do Centro de Ciências de Nevada, o especialista está acostumado a responder chamados assim, que quase nunca revelam grandes descobertas. Dessa vez, contudo, ele deparou-se com os impressionantes restos mortais de um cavalo pré-histórico, que viveu durante a Idade do Gelo, entre cerca de 6 mil e 14 mil anos atrás.

Fotografia da piscina que o casal estava construindo / Crédito: Divulgação/KNTV

 

No total, a equipe do paleontólogo encontrou a omoplata direita, os ossos do braço direito, a mandíbula, uma costela e algumas vértebras do animal. Grande parte do fóssil, inclusive, ainda estava conectada, como quando o cavalo estava vivo, indicando que ele foi rapidamente soterrado e não serviu de comida para outras espécies.

Ainda mais, de acordo com Bonde, o cavalo provavelmente conviveu com mamutes, camelos, tigres dente-de-sabre e lobos selvagens naquela época. Hoje, essas espécies já estão extintas, o que torna a descoberta ainda mais empolgante.

Agora, com o projeto da piscina paralizado, cientistas de Pesquisa Geológica dos EUA devem procurar mais restos do cavalo, além de testar os ossos já encontrados, a fim de determinar a data exata de quando o animal morreu na Idade do Gelo.

Por fim, Matt e seu marido planejam doar o fóssil pré-histórico para o Centro de Ciências de Nevada, ou para alguma outra instituição que possa estudar a descoberta em detalhes e, em seguida, expô-la em uma atração aberta ao público.