Notícias » Entretenimento

Como a máscara do Ghostface, de ‘Pânico’, foi escolhida?

David Arquette, que vive o xerife Dewey Riley na franquia, explicou como surgiu um dos maiores ícones da cultura pop

Isabela Barreiros Publicado em 12/01/2022, às 14h33

O assassino Ghostface em 'Pânico'
O assassino Ghostface em 'Pânico' - Divulgação/Paramount Studios

A franquia 'Pânico' estreará seu quinto filme em 13 de janeiro de 2022 nos cinemas brasileiros, sob a direção da dupla Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, pela primeira vez sem o cineasta Wes Craven, que faleceu em 2015.

Contando com algumas das produções mais famosas do cinema, os filmes também proporcionaram um símbolo da cultura pop que é reconhecido especialmente por sua máscara: o assassino Ghostface. 

Para o novo longa-metragem, alguns dos principais atores do elenco retornaram, como Neve Campbell, Courteney Cox e David Arquette, que deu uma entrevista ao The Drew Barrymore Show contando detalhes sobre os bastidores da franquia.

Ele revelou, inclusive, como a máscara do homicida foi escolhida, que acabou se tornando um ícone de todas as produções. Segundo o artista, que vive o xerife de Woodsboro, Dewey Riley, nos filmes, tudo aconteceu de maneira despretensiosa.

Algumas pessoas ligadas ao longa-metragem, incluindo Craven, estavam em uma loja de brinquedos quando o diretor encontrou a máscara de forma natural e até mesmo engraçada, não esperando que fosse se tornar realmente algo muito importante.

“Lembro-me deles voltando — deve ter sido bem no início das filmagens e, tipo, eles foram e encontraram a máscara. Disseram que a encontraram na parte de trás desta loja de brinquedos”, relembrou Arquette.

Wes [Craven] não gostou de nenhuma das máscaras que estava vendo, e disse: ‘Você tem alguma coisa velha atrás, tipo debaixo de alguma coisa?’ E então eles encontraram a máscara”, completou, segundo a Rolling Stone Brasil.