Notícias » Europa

Corpo de idoso é encontrado em apartamento na Suécia após três anos de sua morte

No local, a polícia encontrou um rádio que ainda tocava música e uma luz que foi deixada acesa

Fabio Previdelli Publicado em 21/11/2019, às 10h48

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Getty Images

Na cidade de Estocolmo, na Suécia, o corpo de um idoso foi encontrado em seu apartamento três anos após o óbito. Segundo a polícia local, essa estimativa é baseada na quantidade de jornais e correspondência encontrados perto da porta e também pela comida que estava na geladeira.

As autoridades locais também informaram que quando entraram no apartamento, um rádio estava tocando e havia uma luz acesa em uma das áreas. A identidade e a idade do senhor não foram reveladas.

Ainda não se sabe ao certo o que causou o óbito, a hipótese mais provável é que ele tenha perecido de causas naturais, mas o verdadeiro motivo só será revelado após uma perícia forense.

"A polícia foi chamada ao apartamento porque os vizinhos não viam o homem há muito tempo e contatavam o proprietário [do imóvel que era alugado]", disse Viktor Adolphson, policial de Södermalm, em entrevista ao jornal The Local.

Os débitos do aluguel continuaram sendo pagos automaticamente, o que fez com que nenhuma suspeita fosse levantada. Adolphson acrescentou que era incomum que a morte de alguém permanecesse desconhecida por tanto tempo, mas que isso acontecia ocasionalmente.

“Na maioria das vezes, alguém percebe se há um amigo ou alguém que marcou uma consulta com a pessoa; eles perceberão que a pessoa não está lá. Mas acontece, infelizmente”, disse o policial.