Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Machismo

Corrida feminina espanhola é acusada de machismo ao dar eletrodoméstico como prêmio

O evento esportivo aconteceu no último domingo, 7, em Madri, e reuniu 32 mil mulheres

Redação Publicado em 10/05/2023, às 14h51 - Atualizado às 14h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Carrera de la Mujer, que aconteceu em Madri - Reprodução / Redes Sociais
Carrera de la Mujer, que aconteceu em Madri - Reprodução / Redes Sociais

Após serem acusados de sexismo, os organizadores de uma corridafeminina na Espanha pediram desculpas. A equipe responsável pelo evento deu um processador de alimentos para a vencedora como prêmio. No Twitter, a Carrera de la Mujer disse que um dos patrocinadores do evento esportivo de Madri ofereceu o processador de alimentos como prêmio da campeã.

Segundo o comunicado, o tal prêmio está “alinhado com nosso conceito de promover valores saudáveis nos hábitos esportivos e nutricionais das mulheres”. “Promover uma alimentação saudável e o exercício físico são objetivos absolutamente essenciais para a Carrera de la Mujer”, acrescentou. Outra parte dele informa:

Com este produto, homens e mulheres podem cozinhar alimentos não processados em menos tempo e de forma mais simples. Entendemos que visto de uma perspectiva tendenciosa, pode gerar alguma polêmica e pedimos desculpas caso tenha ocorrido e se alguma mulher possa ter se sentido ofendida, mas é um produto que acreditamos não ter caráter machista e que é ideal para qualquer desportista que queira melhorar os seus hábitos alimentares. De qualquer forma, aceitamos as críticas, reiteramos nossas desculpas caso alguém tenha se ofendido e prometemos tomar medidas para evitar essa polêmica no futuro.”

Pedido de desculpas

De acordo com a CNN Brasil, esse pedido de desculpas aconteceu após a secretária de Estado para a Igualdade e Combate à Violência de Gênero da Espanha, Ángela Rodríguez Pam, ter criticado o prêmio no Twitter: “Na Carrera de la Mujer, eles deram ao vencedor um processador de alimentos e aos demais produtos 0% [gordura]. Se você ganhar, você é dona de casa e se não, pelo menos você vai emagrecer”.

Em toda a Espanha, a Carrera de la Mujer já sediou 19 corridas somente em 2023.Conforme o comunicado dos organizadores, durante vários anos excluiu marcas relacionadas a sexo, política, religião ou qualquer coisa viciante como associadas ao evento. 

No evento que ocorreu no último domingo, 7, os organizadores disseram que 32 mil mulheres estavam presentes participando. O evento promove uma vida saudável e o esporte entre as mulheres há 19 anos, tendo como filosofia também a luta contra o câncer de mama.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!