Notícias » Afeganistão

Em casas de antigas autoridades do governo afegão, grupo radical Talibã se depara com US$ 12,3 milhões

O valor foi encontrado em dinheiro vivo e em barras de ouro

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 16/09/2021, às 21h00

Membros do Talibã
Membros do Talibã - Getty Images

Segundo comunicado pelo Banco Central do Afeganistão na última quarta-feira, 15, e repercutido pelo UOL, os soldados do Talibã teriam encontrado uma enorme quantia de dinheiro e de barras de ouro nas residências dos membros do último governo do país. 

O grupo fundamentalista islâmico retomou o poder em agosto e recentemente devolveu aos cofres nacionais o equivalente a 12,3 milhões de dólares, que estariam escondidos nas casas de políticos afegãos, incluindo o ex-vice-presidente, Amrullah Saleh.

O dinheiro recuperado veio de funcionários de alto escalão no governo anterior (...) e de uma série de agências de segurança nacional que tinham dinheiro em espécie e ouro em suas casas", afirmou a agência bancária através de uma nota oficial. 

O Talibã já expressou no passado que seria contra a suposta corrupção de outros governos que administraram o Afeganistão depois da derrubada do grupo em 2001.

Além de terem vasculhado as casas dos líderes políticos passados, os combatentes do grupo fundamentalista também estão investigando suas contas bancárias.