Notícias » Pré-História

Em miniatura: Gravuras feitas em pedras de 26 mil anos são encontradas na Indonésia

As pequenas obras de arte revelam que o ser humano já tinha vontade de decorar objetos há milhares de anos

Isabela Barreiros Publicado em 17/03/2020, às 14h15

Uma das gravuras encontradas
Uma das gravuras encontradas - Divulgação/Andrew Thomson

Duas obras de arte “de bolso” foram encontradas durante escavações no local da caverna de Sulawesi em Leang Bulu Bettue, na Indonésia. As pequenas gravuras datam entre 26 mil e 14 mil anos atrás e revelaram aos pesquisadores a necessidade essencialmente humana de decorar objetos.

Um dos artefatos retrata um anoa, uma espécie de búfalo-anão encontrada na Indonésia, e a outra pedra possui a representação de um sol, estrela ou olho. O segundo desenho ainda está passando por análises mais minuciosas para que se possa definir o que ele representava na época em que foi inscrito.

Acredita-se que essas ilustrações estejam de acordo com muitas outras que estavam sendo feitas no mesmo período. Elas demonstram animais que provavelmente estavam em contato com a população humana da Eurásia e o que ela podia observar em seu dia a dia, como a possível gravura de um sol.

A complexidade artística, no entanto, ainda é notável nos artefatos. Segundo os pesquisadores, a capacidade dos seres humanos de decorar e transformar objetos da natureza é exclusiva a nossa espécie — e isso já era visível há milhares de anos.