Notícias » Arqueologia

Enquanto passeava com cachorro, arqueóloga encontra lança de 9 mil anos

O achado pode ajudar a identificar um sítio arqueológico na cidade canadense de Kamloops

Vanessa Centamori Publicado em 17/03/2020, às 08h00

Lança encontrada pela arqueóloga Joanne Hammond
Lança encontrada pela arqueóloga Joanne Hammond - Divulgação / Twitter

Enquanto fazia um passeio com seu cachorro na cidade de Kamloops, pelo rio Thompson, no Canadá, a arqueóloga Joanne Hammond encontrou por acaso algo impressionante: uma ponta de uma lança que data de 6 até 9 mil anos. 

O objeto é um dos mais antigos encontrados em Kamloops. Uma análise por datação de carbono, além do próprio formato da lança, deram pistas da época em que ele era utilizado. “ [O objeto] possui um estilo bem distinto. Em geral, quanto mais e mais robusta a ponta, mais velho ele costuma ser”, explicou Hammond, ao site canadense Info News

Rio Hudson / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Segundo a arqueóloga, que é diretora da Skeetchestn Natural Resources Corporation, o caçador que usou a lança muito provavelmente não estava sozinho. Ele teria sido acompanhado de outros na hora de caçar um cervo ou uma ovelha.

“[Caçar] seria algo muito arriscado de fazer por conta própria, já que a maioria da caça era comunitária”, disse a pesquisadora, que está agora focada em registrar a área onde encontrou o objeto. Isso permitirá que o governo canadense reconheça a zona como um sítio arqueológico e a proteja para a realização de pesquisas. 

De acordo com Hammond, praticamente todo ano ela encontra um ou dois artefatos históricos na região de Kamloops. São 265 sítios arqueológicos a 10 quilômetros do centro da cidade, a segunda no Canadá ( depois de Victoria) que tem o maior número de áreas ideais para escavações próximas ao centro.