Notícias » Arqueologia

Escavação revela busto de padre de 2 mil anos em cidade histórica na Turquia

Pesquisador envolvido acredita que o homem possa ter sido sacerdote em um templo de Zeus

Isabela Barreiros Publicado em 01/12/2020, às 14h03

Busto de padre de 2 mil anos
Busto de padre de 2 mil anos - Divulgação - AA Photo

Na antiga cidade histórica de Laodicéia, ao sudoeste da Turquia, pesquisadores descobriram um busto impressionante e raro que representa um homem de meia idade. Os especialistas envolvidos nas escavações acreditam se tratar de um padre ou figura religiosa importante para a época.

A estátua da cabeça remonta ao final do período helenístico da região, ou seja, ela possui pelo menos 2 mil anos de idade. A descoberta já é impressionante, mas o local em que ela foi encontrada também é, o que dificultou ainda mais o projeto arqueológico dos especialistas. 

"Havia 8 metros de entulho ao norte da parede da fortificação, que se estende até o oeste do palco do teatro e é considerada como tendo sido construída no início do século V em Laodicéia”, explicou o professor Celal Şimşek, líder das escavações. “Durante a remoção dos escombros, que acreditamos ter sido na verdade, os restos de edifícios destruídos em terremotos, descobrimos esta bela estátua da cabeça do sacerdote”.

Ele também acredita que a peça em questão represente uma pessoa notória. "Esta cabeça esculpida pode ter sido um sacerdote em um templo de Zeus, a divindade principal da cidade. Mesmo que não tenhamos identificado ainda, está claro que este retrato pertence à cabeça de um templo depois de sua meia-idade”, afirmou.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história.

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.