Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arte

Escultura de Salvador Dalí desaparecida por 40 anos é revelada no Havaí

Obra foi criada em 1979 pelo artista espanhol e exposta novamente na última quarta-feira, 11

Redação Publicado em 17/05/2022, às 11h55

A escultura “Cristo de São João da Cruz” de Salvador Dalí - Divulgação/Harte International Galleries
A escultura “Cristo de São João da Cruz” de Salvador Dalí - Divulgação/Harte International Galleries

Uma escultura em cera feita em 1979 pelo artista surrealista espalhol Salvador Dalí foi reencontrada no Havaí após 40 anos considerada “perdida”, anunciou a Harte International Galleries, situada na cidade havaiana de Lahaina.

Exposta em uma exibição da galeria na última quarta-feira, 11, a obra chamada de “Cristo de São João da Cruz” foi avaliada entre US$ 10 milhões e US$ 20 milhões, o equivalente a um valor entre R$ 50 e 100 milhões.

Ninguém imaginava que a obra original, feita pelo mestre Dalí em cera, ainda existisse", afirmou Glenn Harte, cofundador e diretor da Harte International Galleries à BBC News.

Acredita-se que a peça tenha servido como molde para outras versões da escultura em materiais diversos, como bronze, prata e ouro. Harte relatou ainda que várias versões da obra foram vendidas ao longo dos anos, mas nada da original, feita de cera.

A descoberta

A escultura foi descoberta no porão da casa de um colecionador de artes havaiano, que não teve sua identidade revelada, como informou o jornal O Globo. Surpreendentemente, ela ainda estava na mesma caixa de acrílico na qual havia sido entregue por Dalí.

O responsável por verificar a autenticidade do material foi o especialista na obra do surrealista Nicolas Descharnes, cujo pai trabalhou para o artista. Além dele, Carlos Evaristo, especialista em iconografia, também atestou a autenticidade da obra.