Notícias » Estados Unidos

Família de Pablo Escobar decide processar rapper por ter usado o nome do colombiano em restaurante

Os familiares pedem a quantia de US$ 10 milhões de dólares em indenização ao cantor 2 Chainz

Penélope Coelho Publicado em 19/06/2020, às 12h30 - Atualizado às 12h30

Fotografia de Pablo Escobar
Fotografia de Pablo Escobar - Wikimedia Commons

Segundo reportagem publicada pelo TMZ, os parentes do narcotraficante Pablo Escobar entraram com uma ação na justiça contra o rapper norte-americano, 2 Chainz. O motivo do processo seria pelo uso do nome de Pablo, sem autorização, no estabelecimento de 2 Chainz.

O músico nomeou seu restaurante localizado na cidade de Atlanta, de Escobar Restaurante and Tapas, os familiares do colombiano não gostaram da atitude, além de terem afirmado que o cantor violou as leis federais.

A ação movida contra o rapper pede o valor de US$ 10 milhões de dólares, cerca de R$ 53 milhões de reais — na conversão atual da moeda, e também exige a proibição do uso do nome e de imagens do famoso traficante colombiano. Até o momento, 2 Chainz ainda não veio a público para se pronunciar sobre o assunto.