Notícias » Brasil

Hábitos alimentares de povos pré-colombianos da Amazônia são recriados em nova pesquisa

Na parte brasileira da floresta, especialistas buscaram entender mais sobre a dieta das sociedades que viveram há quase 2 mil anos

Alana Sousa Publicado em 06/10/2020, às 15h00

Imagem meramente ilustrativa da Amazônia
Imagem meramente ilustrativa da Amazônia - Crédito/Divulgação

Um novo estudo publicado na renomada revista Scientific Reports, revelou alguns detalhes da dieta de sociedades pré-colombianas que habitavam a Amazônia brasileira até 1.800 anos atrás. Os resultados foram alcançados por um trabalho de uma equipe de cientistas internacionais, e liderado pelo Instituto de Ciência e Tecnologia Ambiental (ICTA-UAB) e o Departamento de Pré-história da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Um interesse sobre o que comiam esses povos amazônicos sempre esteve presente entre os pesquisadores, no entanto, a ausência de evidências humanas no local, como esqueletos, dificultaram o trabalho dos especialistas, que utilizaram de uma análise isotópica estável para reconstruir os hábitos alimentares.

Sítio arqueológico de Bacanga na Ilha de SÃ £ o LuÃs / Crédito: Divulgação/ André Colonese

 

A conclusão foi que, apesar de certa facilidade e abundancia de recursos marítimos, plantas e animais terrestres eram as principais fontes de consumo dos antigos moradores da Amazônia. Apesar disso, alguns peixes, como o bagre, também faziam parte do dia a dia. Além disso, o cultivo de alimentos, tais quais, mandioca, milho, abóbora, eram essenciais para as populações.

“Os resultados questionam a suposição generalizada de que os peixes eram o principal componente econômico e a maior fonte de proteína entre as populações pré-colombianas que viviam nas proximidades de ambientes aquáticos nas terras baixas da Amazônia”, afirmou André Colonese, pesquisador e um dos autores do artigo.