Notícias » Brasil

Leonardo DiCaprio critica a atuação do governo Bolsonaro sobre situação na Amazônia

O tweet do ator foi rebatido pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles: “Você vai colocar seu dinheiro onde sua boca está?”, escreveu o político

Penélope Coelho Publicado em 10/09/2020, às 15h56

Leonardo DiCaprio em 2010
Leonardo DiCaprio em 2010 - Wikimedia Commons

Na última quarta-feira, 9, o ator norte-americano Leonardo DiCaprio usou sua conta no Twitter para participar do movimento chamado de DefundBolsonaro, promovido pela  Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Apib. A campanha tem o objetivo de denunciar negligências do governo na Amazônia — que atualmente registra recordes de queimadas.

Na ocasião, o astro compartilhou um vídeo que mostra cidades em chamas, DiCaprio usou as hashtags #AmazonOrBolsonaro e #WhichSideAreYouOn, respectivamente “Amazônia ou Bolsonaro” e “de que lado você está”, em tradução literal para o português.

 

Nesta quinta-feira, 10, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, respondeu ao tweet do ator: “Caro Leo DiCaprio, o Brasil está lançando o projeto de preservação ‘Adote Um Parque’, que permite a você ou qualquer outra empresa ou indivíduo escolher um dos 132 parques na Amazônia e patrociná-lo diretamente por 10 euros por hectare por ano. Você vai colocar seu dinheiro onde sua boca está?”, escreveu Salles em sua rede social.

Essa não é a primeira vez que a estrela dos filmes Titanic (1997) e O Regresso (2015), faz críticas às atitudes do governo brasileiro em relação à Amazônia. Bolsonaro por sua vez, já chegou a acusar o ator — que tem uma fundação para causas ambientais — de ter financiado ONGs envolvidas nas queimadas da Amazônia. As acusações foram negadas por DiCaprio.