Notícias » Brasil

'Hipster da Federal’ participou das buscas por Lázaro Barbosa

O policial, morto nesta quinta-feira, 3, participou de uma das mais turbulentas buscas realizadas no Brasil

Redação Publicado em 03/03/2022, às 15h31

Foto do policial Lucas Valença e prisão de Lázaro Barbosa em 2018
Foto do policial Lucas Valença e prisão de Lázaro Barbosa em 2018 - Divulgação / Redes Sociais e Reprodução

Em 2016, durante a escolta do político Eduardo Cunha, um policial federal ficou em destaque e tornou-se uma mini-sensação viral na época: o 'hipster da Federal'. Conhecido pelo seu estilo, cabelos longos presos em um coque e barba cheia, Lucas Valençafoi morto nesta quinta-feira, 3.

De acordo com um boletim, ele sofria um surto psicótico quando invadiu uma casa na fazenda Santa Rita, em Buritinópolis, Goiás, e agora é acusado de ameaçar matar uma família caso não saíssem da residência. O dono da propriedade atirou em Valença, que morreu no local após ser socorrido por uma ambulância.

No entanto, antes disso, em 2021, o policial participou de uma das maiores operações de busca dos últimos anos, no Brasil: a procura ao assassino Lázaro Barbosa.

Com 270 tropas policiais, a ação em Goiás e no Distrito Federal resultou na morte do criminoso, após uma troca de tiros na cidade de Águas Lindas de Goiás.

O homem, que em 2017 teve um boneco de carnaval em sua homenagem durante as celebrações em Recife, foi visto na base policial montada na Escola Municipal Alto da Boa Vista, no distrito de Girassol, no município de Cocalzinho, trajando uma farda de camuflagem.