Notícias » Itália

Hospital da Itália descobre funcionário que não comparecia ao trabalho desde 2005

O homem — que não teve a identidade revelada — é suspeito de fraude, extorsão e abuso de poder

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 22/04/2021, às 08h16

Fachada do hospital
Fachada do hospital - Divulgação/Indy100

Um funcionário de um hospital italiano localizado na cidade de Catanzaro recebeu salário ao longo de uma década e meia sem ao menos comparecer ao trabalho. Agora que a instituição finalmente descobriu a farsa, o homem está sendo invertigado sob suspeita de fraude, abuso de poder e extorsão, conforme informações da Ansa noticiadas pelo UOL. 

O funcionário fantasma, que não teve a identidade revelada, era contratado do hospital Ciaccio desde 2005. Durante todo esse tempo, o italiano recebeu 538.000 euros, em torno de 3,6 milhões de reais, sem desempenhar sua função.

De acordo com a polícia, o homem acusado teria ameaçado um chefe para impedir que ele preenchesse um relatório disciplinar denunciando sua ausência. O tempo passou e esse gestor se aposentou, sendo que próximo a assumir o cargo não teria percebido a existência do funcionário fantasma. 

Seis gerentes, incluindo os dois anteriormente citados também estão sob investigação como suspeitos de terem ligação com o crime. Não há, no entanto, informações o que o funcionário disse à polícia sobre o caso.