Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Entretenimento

Irmã de Amber Heard quebra o silêncio após condenação da atriz: ‘Sei o que vi’

Whitney Henriquez foi uma das testemunhas no processo que terminou a favor de Johnny Depp

Redação Publicado em 07/06/2022, às 08h00

Fotografia de Amber Heard e irmã mais nova em 2020 - Getty Images
Fotografia de Amber Heard e irmã mais nova em 2020 - Getty Images

A irmã de Amber Heard, Whitney Henriquez, falou pela primeira vez após a condenação da estrela de “Aquaman” no processo em que a atriz foi condenada por difamar o ex-marido, Johnny Depp, agora, devendo US$ 8,35 milhões de indenização.

Em uma publicação feita em seu perfil no Instagram, Henriquez lamentou o resultado a favor de Depp, mas disse ter orgulho da irmã e estar honrada em ter testemunhado por ela durante o julgamento. 

"Ainda estou com você, mocinha. Ontem, hoje e amanhã sempre estarei orgulhosa de você por se defender, por testemunhar tanto aqui na Virgínia quanto no Reino Unido e por ser a voz de tantos que não podem falar sobre as coisas que acontecem a portas fechadas", escreveu.

Ela continuou: "Sabíamos que esta seria uma batalha difícil e que as cartas estavam contra nós. Mas você se levantou e falou independentemente. Estou muito honrada em testemunhar por você, e faria isso um milhão de vezes porque sei o que vi e porque a verdade está para sempre do seu lado".

"Sinto muito que isso não tenha se refletido na decisão tomada por este júri, mas nunca vou desistir de você, e nem qualquer um que esteja com você. Para sempre ao seu lado", finalizou.

Testemunho de Whitney

Durante seu depoimento, Whitney afirmou que o casal parecia muito apaixonado no começo da relação, mas que Depp se revelou um homem controlador com o passar do tempo. Brigas também seriam constantes e o ator teria espatifado "um celular, um tablet e laptop" da ex-esposa durante ataques de raiva.

"Começou com piadas leves sobre as roupas que ela deveria ou não vestir. Só que isso foi ficando mais intenso e Amber passou a ter um estilo mais conservador", lembrou no testemunho, segundo o portal F5. 

A indenização 

O valor a ser pago pela estrela de “Aquaman” foi reduzido em decorrência do teto máximo para indenizações de caráter punitivo no estado onde o caso foi julgado; o júri havia definido US$ 10 milhões como medidas compensatórias por difamação e US$ 5 milhões como medidas punitivas, no entanto, o valor foi fixado em US$ 8,35 milhões.

A indenização que Heard agora deve ao ex-marido é alta — em especial se o salário dela como atriz for levado em conta. Em seus trabalhos mais conhecidos, a artista ainda não teria recebido o suficiente para pagar o valor inteiro da condenação — na verdade, ela equivale ao dobro do seu salário nesses projetos.