Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Entretenimento

Johnny Depp salvou Courtney Love de overdose, revela cantora

A viúva de Kurt Cobain contou ainda que o ator ajudou a filha a lidar com a morte prematura do pai, Kurt Cobain

Redação Publicado em 23/05/2022, às 15h02

A cantora Courtney Love e o ator Johnny Depp - Getty Images
A cantora Courtney Love e o ator Johnny Depp - Getty Images

A cantora Courtney Lovedemonstrou apoio a Johnny Depp em meio a disputa judicial do ator e sua ex-esposa, Amber Heard, no qual ele a acusa de difamação. Ela afirma que o artista a salvou de uma overdose em 1995.

Em um vídeo, reproduzido pelo site Page Six, repercutido pelo portal F5, Courtney explicou como Johnny a ajudou em um momento em que ela sofria com a perda precoce do marido, Kurt Cobain.

"Eu realmente não quero fazer julgamentos publicamente. Eu só quero dizer que Johnny me fez RCP [Reanimação cardiorrespiratória] em 1995 quando eu tive uma overdose do lado de fora do The Viper Room [discoteca]", relembrou Love.

Ajuda a Frances Bean

Ela também revelou que Depp, além de ter salvo sua vida naquela ocasião, também ajudou a filha a lidar com a morte do pai e o vício da mãe. O ator escreveu, na época em que Frances Bean tinha 13 anos, uma carta para ela.

"Johnny, quando eu estava usando crack e Frances estava tendo que sofrer com todos esses assistentes sociais, escreveu para ela uma carta de quatro páginas que ela nunca me mostrou”, contou a cantora.

E continuou: "Então ele enviou limusines para a escola dela, onde todos os assistentes sociais estavam rastejando, novamente, sem serem solicitados, para que ela e todos os seus amigos fossem para 'Piratas [do Caribe]'".

"Eu nunca vi um daqueles filmes de piratas, mas [Frances] os adorou. Você sabe, ela me disse quando tinha 13 anos: 'Mamãe, ele salvou minha vida", completou Love, afirmando que Johnny realmente ajudou a filha na época.