Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Kim Kardashian

Kim Kardashian teve artrite psoriásica ao fazer dieta rigorosa para usar vestido de Marilyn Monroe

Rigorosa dieta para caber em vestido de Marilyn Monroe teria agravado doença crônica de Kim Kardashian

Luisa Alves, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 09/07/2022, às 11h39

Kim Kardashian no Met Gala e o vestido de Monroe - Getty Images e Divulgação/Vídeo
Kim Kardashian no Met Gala e o vestido de Monroe - Getty Images e Divulgação/Vídeo

Kim Kardashian revelou em entrevista que, após precisar perder 7Kg em três semanas para usar lendário vestido de Marilyn Monroe no Met Gala, desenvolveu artrite psoriásica. Kim já sofre de psoríase e percebeu um agravamento da doença semanas antes do evento. 

A empresária Kim Kardashian, contou em entrevista à revista Allure, que sentiu dores,  rigidez e inchaço nas articulações três semanas antes do Met Gala. Para caber no vestido usado por Marilyn Monroe em 1962, ela precisou entrar em uma rígida dieta que intensificou a doença crônica. 

"A psoríase se espalhou pelo meu corpo e eu tive artrite psoriática, então não conseguia mover minhas mãos", revelou.

A empresária, que sofreu duras críticas após a escolha do vestido que foi feito exclusivamente para a estrela Monroe, declarou que usá-lo "Foi uma montanha-russa de emoções".

"Encontrar o vestido foi uma façanha, e então fazer com que eles me deixassem usar o vestido foi outra façanha. Você tem que usar luvas, há guardas e colocar papel especial. Eu acho que estava tremendo porque se rasgar alguma coisa, se alguma coisa der errado, sabe? Este é o vestido de Marilyn. E absolutamente não se encaixou", relevou.

Ela também revelou que busca uma relação saudável com seu corpo, especialmente suas mãos, alegando que hoje reconhece que sua saúde é o mais importante.

"Estou em paz por não ser perfeita e não era assim antes. Eu odeio minhas mãos - elas estão enrugadas e nojentas. Mas eu vivi a vida, troquei tantas fraldas com essas mãos e aconcheguei meus bebês com essas mãos, então estou bem com elas. [Envelhecer] não significa que não vou lutar pela perfeição, mas você chega a um ponto em que pensa: 'Ok, minha saúde é mais importante do que qualquer outra coisa'", contou.

Padrão de beleza 

Kim relevou na entrevista, que voltou a comer carne cronograma de alimentação pré-Met Gala. A empresária, que mantém uma dieta somente à base de vegetais, afirmou que as crises decorrentes da psoríase se interromperam quando ela cortou novamente a carne de sua alimentação.

"Foi muito doloroso e eu tive que ir a um reumatologista, que me receitou um esteróide. Eu estava enlouquecendo. Eu cortei a carne novamente e a crise se acalmou", disse.

Além de ser criticada por escolher um vestido importante para a história americana, usado por um dos maiores ícones mundiais, Marilyn Monroe, durante o aniversário de de 45 anos de John F. Kennedy, Kim também foi alvo de comentários infaustos por sua rigorosa dieta para caber na peça. 

Ela afirmou que contou com nutricionistas, treinadores e acompanhamento médico para perder 7Kg em três semanas. 

"Se eu estivesse morrendo de fome e fazendo de forma insalubre, eu diria que, é claro, essa não é uma boa mensagem. Mas eu tinha nutricionista, tinha treinador. Não vejo críticas para outras pessoas quando elas perdem peso para papéis - elas são [consideradas] gênios por seu ofício. Há tantas coisas por aí que não são tão precisas e não são verdadeiras", contou Kim Kardashian.

Segundo ela, depois de questionada se responsável por incentivar a busca por um padrão de beleza inatingível, se ela está "fazendo isso, é atingível". 

"Se eu estou fazendo isso, é atingível. Existem tantos padrões de beleza diferentes - seja Gwen Stefani, Jennifer Lopez e Marilyn Monroe. Quando eu era adolescente, [o visual] era apenas loiras abandonadas", respondeu.