Notícias » Família Real Britânica

Meghan Markle revela que sofreu aborto natural em julho de 2020

'Eu sabia, enquanto segurava meu primeiro filho, que estava perdendo meu segundo', declarou Meghan em um artigo publicado no The New York Times

Giovanna Gomes Publicado em 25/11/2020, às 09h46

Meghan Markle
Meghan Markle - Divulgação

A duquesa Meghan Markle revelou nesta quarta-feira, 25, que sofreu um aborto espontâneo em julho deste ano. A declaração foi dada em um artigo de opinião publicado no jornal The New York Times intitulado "The Losses We Share" (as perdas que compartilhamos).

A atriz disse que havia acabado de trocar a fralda de seu primeiro filho, Archie, nascido em maio do ano passado, quando sentiu uma forte cãibra e caiu no chão. "Eu me joguei no chão com ele em meus braços, cantarolando uma canção de ninar para nos manter calmos, uma alegre melodia em forte contraste com a minha sensação de que algo não estava certo", escreveu ela. Meghan ainda revelou o quão difícil foi ver "o coração do meu marido se partir enquanto ele tentava segurar os pedaços estilhaçados do meu."

"Horas depois, eu estava deitada em uma cama de hospital, segurando a mão de meu marido. Senti a umidade de sua palma e beijei seus dedos, molhados por causa de nossas lágrimas", declarou a duquesa de Sussex