Notícias » Estados Unidos

Médico perdoa quantia milionária em dívidas de pacientes com câncer

Dono de uma clínica conceituada nos Estados Unidos, o oncologista Dr. Omar Atiq decidiu quitar as contas de 200 pessoas

Pamela Malva Publicado em 05/01/2021, às 11h30

Imagem meramente ilustrativa de estetoscópio
Imagem meramente ilustrativa de estetoscópio - Divulgação/Pixabay

Impactado pela devastação econômica causada pela pandemia do Coronavírus, um oncologista tomou uma decisão impressionante. Natural do Paquistão, o Dr. Omar Atiq resolveu perdoar mais de US $ 650.000 em dívidas de 200 pacientes com câncer.

Durante a pandemia, o médico percebeu que grande parte daqueles que frequentavam sua clínica nos Estados Unidos estava tendo dificuldades para pagar as contas do tratamento. “Percebi que há pessoas que simplesmente não conseguem pagar", disse.

Assim, segundo narrou para o Good Morning America, da ABC, ele decidiu quitar as dívidas. “Minha esposa e eu, como uma família, pensamos sobre isso e decidimos perdoar as dívidas. Vimos que poderíamos fazer isso e então fomos em frente."

Retrato do Dr. Omar Atiq / Crédito: Divulgação/UAMS Health 

 

Aos seus 200 pacientes endividados, então, ele enviou uma carta avisando sobre a decisão e desejando-lhes boas festas. Segundo o oncologista, via BBC, as contas pendentes somavam cerca de US $ 650.000 (quase R$ 3,5 milhões na cotação atual).

Conhecido por seu carisma e dedicação, Dr. Omar Atiq criou a Arkansas Cancer Clinic em 1991. No centro, ele oferecia sessões de quimioterapia, radioterapia e tomografia computadorizada. Com o fim das dívidas, contudo, a clínica teve de ser fechada no final de 2020 e, agora, o médico é professor da Universidade do Arkansas.