Notícias » Mundo

Memorial no Sri Lanka será reconstruído após estudantes fazerem greve de fome

A recente demolição do monumento gerou indignação e as autoridades voltaram atrás na decisão

Ingredi Brunato Publicado em 12/01/2021, às 07h20

Fotografia do memorial antes de ser demolido
Fotografia do memorial antes de ser demolido - Divulgação / Twitter

Nesta última segunda-feira, 11, no Sri Lanka, o vice-reitor da University Grants Commission (UGC), S. Srisatkunarajah, anunciou a reconstrução do monumento em homenagem às dezenas de milhares de mortes de membros da etnia Tamil durante a guerra civil, da qual o lado Tamil perdeu o conflito

O memorial tinha sido demolido na última sexta-feira, 8, com o diretor da mesma universidade afirmando que o monumento dividia “a unidade do país”. 

O ministro de Segurança Pública, Sarath Weerasekera, também havia se manifestado a respeito do caso, afirmando que "ninguém pode e deve ter permissão para homenagear terroristas mortos", segundo repercutido pela BBC

O ato de demolição, todavia, causou indignação e logo estudantes tâmeis decidiram fazer greve de fome nos portões do local, protestando contra a destruição do memorial. Ao concordar com a reconstrução, o vice-reitor trouxe uma xícara de mingau para cada um dos manifestantes. 

Em entrevista à BBC, um dos estudantes que participou do protesto, chamado Dwakaran, garantiu que: “Se o memorial não for construído novamente, retomaremos nosso protesto”.