Notícias » Curiosidades

Monólito na Romênia desaparece sem pistas — assim como o de Utah

Depois do desaparecimento do monólito de Utah, chegou a vez do obelisco da Romênia sumir

Giovanna de Matteo Publicado em 02/12/2020, às 09h42

Monólito encontrado na Romênia agora está desaparecido
Monólito encontrado na Romênia agora está desaparecido - Crédito: Divulgação

O novo monólito da Romênia, descoberto na semana passada, um dia antes de outro monólito, no deserto de Utah, EUA, ter desaparecido, intrigou internautas. Isso porque a estrutura também desapareceu.

De acordo com os relatos de pessoas locais, divulgados pela TVZ, a estrutura metálica da Romênia foi removida durante a madrugada do dia 30 para o dia 1.

Ainda não se sabe quem foi responsável pelo ato, porém, segundo publicado pelo site de notícias, os moradores da cidade onde o objeto apareceu e desapareceu acreditam que os mistérios que rondam o obelisco prateado não passam de uma "brincadeira" de um metalúrgico.

O pilar triangular tem cerca de 4 metros de altura, sendo um pouco maior que a estrutura encontrada nos Estados Unidos. Ele foi revelado na última quinta-feira, 26, a poucos metros de um famoso marco arqueológico: a Fortaleza de Petrodava, um forte construído entre 82 a.C e 106 d.C pelo antigo povo Dácio.

Os dois monólitos deram o que falar, e deram início a diversas teorias da conspiração a respeito de sua origem e de sua utilidade, da qual ainda não se tem conhecimento.

Mistérios

O curioso monólito de metal prateado encontrado no dia 18 de novembro entre as rochas do sul do estado de Utah, no deserto do oeste dos Estados Unidos, adicionou ainda mais mistério sobre sua origem.

Na noite da última sexta-feira, 27, o obelisco retangular de metal desapareceu, sendo removido sem o conhecimento de autoridades locais, como informou o UOL.

Em declaração, a Agência de Administração de Terras de Utah afirmou que “não retirou a estrutura, que é considerada uma propriedade privada" e acrescentou que não tem poder para tal ordem: "Não investigamos crimes que envolvem propriedade privada, que são administrados pela polícia local".

Com 3,5 metros de altura e uma estrutura rígida e brilhante, o monólito viralizou nas redes sociais com boatos de tratar-se de uma “confecção alienígena” criada para mandar um sinal aos humanos. A equipe da agência descobriu pelo Google Earth que a estrutura já estava no local desde 2015, como registrou imagens de satélites da época.