Notícias » Índia

Morre Prahlad Jani, o indiano que afirmava estar 80 anos sem comer nem beber

O iogue dizia ter sido abençoado por uma deusa que lhe concedeu tal poder especial

Fabio Previdelli Publicado em 26/05/2020, às 11h39 - Atualizado às 11h40

O iogue indiano Prahlad Jani
O iogue indiano Prahlad Jani - Divulgação/ Hangthebankers

Prahlad Jani, um eremita indiano que afirmava estar há 80 anos sem comer nem beber, morreu nesta terça-feira, 26, aos 90 anos, segundo informou seus vizinhos. "Morreu nesta terça-feira pela manhã, de velhice, em sua casa", declarou Sheetal Chaudhary à AFP.

O iogue indiano, um asceta de barba longa que usava um pingente no nariz, dizia que não se alimentava desde os 11 anos de idade, quando foi abençoado por uma deusa que lhe deu alguns poderes especiais. "Recebo o elixir da vida através do orifício de meu paladar, o qual me permite viver sem alimento nem água".

Apesar de céticos, nunca foi possível comprovar se o eremita estava sem ingerir alimentos e água durante todo esse tempo, apesar de médicos afirmarem que é impossível uma pessoa aguentar um jejum por tanto tempo assim.

Entretanto, isso não impediu o iogue de criar uma pequena comunidade de fiéis e a chamar a atenção de cientistas, que o examinaram em duas oportunidades: em 2003 e 2010. Na segunda, ele passou duas semanas sendo vigiado por câmeras, e ficou todo esse tempo sem comer, beber, urinar ou defecar, o que causou uma grande surpresa entre os pesquisadores. “Este fenômeno é um mistério”, disse um neurologista da equipe.