Notícias » Bizarro

Na China, educadora é condenada à morte por ter envenenado 25 crianças

O triste caso, que ocorreu em 2019, afetou crianças que tinham entre três e seis anos

Redação Publicado em 29/09/2020, às 12h06

Imagem meramente ilustrativa de um pote de veneno
Imagem meramente ilustrativa de um pote de veneno - Imagem de Arek Socha por Pixabay

Na China, um episódio bizarro escandalizou pais e responsáveis em 2019. Envenenando 25 alunos, que tinham entre três e seis anos, a educadora Wang Yun causou a morte de uma criança, além de danos a outros jovens.

Agora, a lunática foi condenada à morte. As informações são da agência de notícias AFP, via UOL.

Responsabilizada pelo ato brutal com os pequenos, Wang foi declarada culpada pelo tribunal de Jiaozuo, cidade na província de Henan.

Ela foi responsabilizada por ter despejado nitrito de sódio numa garrafa usada pelos jovens. Segundo a criminosa, o seu objetivo era se vingar da escola que a contratou.

Embora muito usado para manter o bom estado da carne, por exemplo, o nitrito de sódio por se tóxico em doses altas. De acordo com as investigações, a mulher sabia do risco apresentado pelo composto, no entanto, não pensou duas vezes ao tentar matar as crianças.

Além disso, não é a primeira vez que a professora se envolve em episódios insólitos do tipo. Em 2017, ela tentou envenenar o próprio parceiro após uma disputa na justiça.