Notícias » Arqueologia

Oficina de cozimento com sal da Dinastia Tang é desenterrada na China

Segundo arqueólogos locais, a nova descoberta possui mais de mil anos de idade

Ingredi Brunato, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 14/02/2021, às 10h00

Fotografia meramente ilustrativa de uma colher de sal grosso
Fotografia meramente ilustrativa de uma colher de sal grosso - Divulgação

Nesse sábado, 13, o site China.org relatou a descoberta de uma oficina de cozimento com sal na província chinesa de Hebei. O local continha ainda poços de salmoura, fogões de sal e uma série de artefatos feitos cerâmica, porcelana, pedra, ferro, osso e madeira.

Uma curiosidade é que esses poços encontrados eram feitos de raízes de árvores, e não de tijolos, para assim desempenhar uma função dupla, ajudando a filtrar as impurezas. 

De acordo com Zhang Baogang, que é curador do Museu Huanghua e deu entrevista ao veículo chinês, o novo achado data da Dinastia Tang, tendo, portanto, mais mil anos de idade. Outro detalhe é que as relíquias da escavação foram consideradas “mais requintadas” que outras achadas na mesma região. 

“A descoberta de um local de cozimento com sal em grande escala não apenas ajuda a aumentar a compreensão das pessoas sobre a aparência original da produção de sal, mas também tem grande importância para estudar o desenvolvimento histórico da indústria do sal na China antiga”, concluiu Zhang em entrevista ao China.org.