Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Oscar

Oscar: Martin Scorsese bate recorde de indicações por melhor direção

Nesta terça-feira, 23, o cineasta americano obteve sua décima indicação na maior premiação do cinema mundial, superando Steven Spielberg

Redação Publicado em 23/01/2024, às 18h22

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Martin Scorsese e Lily Gladstone no set de 'Assassinos da Lua das Flores' - Reprodução/Paramount Pictures/Apple TV+
Martin Scorsese e Lily Gladstone no set de 'Assassinos da Lua das Flores' - Reprodução/Paramount Pictures/Apple TV+

Na manhã desta terça-feira, 23, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou os indicados ao Oscar de 2024. Entre azarões e esnobados, um nome se destacou: Martin Scorsese. O diretor se tornou o cineasta vivo com mais indicações ao maior reconhecimento do cinema mundial. 

Com sua 10ª indicação à estatueta de Melhor Direção por ‘Assassinos da Lua das Flores’ (2023), ele superou a marca de Steven Spielberg, indicado nove vezes ao longo de sua carreira, conforme repercutido pelo site Omelete. 

Scorsese foi nomeado pela primeira vez nesta categoria em 1981, por seu trabalho em ‘Touro Indomável’. Desde então, ele marcou presença na cerimônia graças a indicações pelos filmes ‘A Última Tentação de Cristo’ (1989), ‘Os Bons Companheiros’ (1991), ‘Gangues de Nova York’ (2003), ‘O Aviador’ (2005), ‘Os Infiltrados’ (2007), ‘A Invenção de Hugo Cabret’ (2012), ‘O Lobo de Wall Street’ (2013) e O Irlandês (2020).

Apesar do recorde de indicações, ele levou a estatueta para casa apenas uma vez, por ‘Os Infiltrados’. Mas isso pode mudar na cerimônia do próximo dia 10 março. 

Outro recorde

Este não é o único recorde conquistado por ‘Assassinos da Lua das Flores’ (2023). A protagonista, Lily Gladstone, se tornou a primeira pessoa nativo-americana a ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz. 

Agora, ela está na companhia de outras indicadas de origem indígena, como a mexicana Yalitza Aparicio, por ‘Roma’ (2019), a britânica Merle Oberon de ‘The Dark Angel’ (1933) e a neozelandesa Keisha Castle-Hughes, que atuou em ‘Encantadora de Baleias’ (2003).

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!